Loading SEBRAE

Mais buscados: mei SEI credito Consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Empreendedorismo

Mulheres de Negócios

Empreendedorismo feminino: crescimento e geração de renda que transformam a realidade

atualizado em: 12/03/20
Silvia Zuffo

Silvia Zuffo

Mestre em Diversidade Cultural e Inclusão Social | Feevale.

COMPARTILHE
Participação feminina à frente de negócios cresce no país, com uma importância cada vez maior para a sociedade

Desde que foi instituído nos anos 1970 como Dia Internacional da Mulher, o 8 de março dá lugar a celebrações não só nesse dia, mas durante todo o mês. No decorrer do tempo, a comemoração vem ampliando seus significados e escopo em busca de respeito e igualdade de direitos. Atualmente, parte importante das mensagens desta data envolve o estímulo ao empreendedorismo feminino e à presença das mulheres em posições de liderança no mercado de trabalho.

Melhorias nesse cenário combinadas com indicadores sociais deixam claro: o empreendedorismo feminino é uma das chaves para que cada vez mais mulheres decidam sua própria história e desenvolvam carreiras sustentáveis, inspirando e ajudando outras a também potencializarem suas rendas.

Dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), realizada pelo IBGE, mostram que cerca de 9,3 milhões de mulheres estão à frente de negócios no Brasil e que em 2018 elas já eram 34% dos “donos de negócio”.

O GEM (Global Entrepreneurship Monitor), que é a principal pesquisa sobre empreendedorismo no mundo, com dados de 49 países, mostrou, em sua última edição (2018), que o Brasil ficou em sétimo lugar no ranking de proporção de mulheres à frente de empreendimentos iniciais (menos de 42 meses de existência).

No mesmo caminho, o Relatório Especial de Empreendedorismo Feminino no Brasil, divulgado pelo Sebrae no ano passado, aponta que  48% dos MEIs (Microempreendedores Individuais) são mulheres.

Mesmo com um bom volume de atividades, muitos problemas persistem, como média de rendimento menor para as mulheres e maior dificuldade para conseguir crédito, entre outros. Mas, em vez de serem obstáculos, tais fatos mostram-se apenas como desafios a serem superados, pois o empreendedorismo feminino já é uma realidade que só tende a aumentar.

Empreendedorismo feminino que transforma

As lideranças femininas têm ainda grande potencial transformador dentro das empresas, oxigenando o mercado, diversificando os pontos de vista na tomada de decisões e dando mais visibilidade para questões de gênero no cotidiano de colegas de equipe ou mesmo na relação cliente/prestador de serviço. 

Em outras palavras, é o empoderamento nos ambientes de trabalho. E mulheres realizadas à frente dos seus negócios são a inspiração para outras que têm sua confiança e autoestima fragilizadas quando a conquista da independência financeira não parece tão fácil. Ao se tornarem protagonistas de suas vidas, elas conseguem se libertar de ciclos viciosos de violência doméstica e normalmente reinvestem o capital adquirido na própria família, trazendo benefícios para toda a sociedade.

É possível falar ainda em melhorias econômicas globais: há poucos anos, um estudo do McKinsey Global Institute trazido a público pela Revista Exame projetou o impacto financeiro de um cenário com participação plena das mulheres no mundo dos negócios: os ganhos no PIB mundial chegariam a US$ 28 trilhões até 2025.

Formalizar para crescer

Para transformações no quadro atual, o apoio e o incentivo para que novas empreendedoras formalizem seus negócios, tornando-os sustentáveis, são bons catalisadores. Um primeiro passo é elas se tornarem MEIs, o que traz várias vantagens no planejamento das atividades, sem contar fatores de estabilidade como auxílios para seguir com rendimentos durante a gestação e primeiros meses de maternidade, auxílio-doença, previdência e outros. Depois, com a empresa estabelecida e crescendo, é possível dar passos maiores, como transformar o negócio em uma microempresa e até mais.

E o Sebrae está sempre pronto a auxiliar as mulheres empreendedoras a fazerem suas ideias se tornarem realidade. Há programas específicos, como o Sebrae Delas Mulher de Negócios, por exemplo, e vários outros cursos e orientações disponíveis.

Quer saber mais? Entre em contato com o Sebrae mais próximo ou por meio de nossa Central de Relacionamento pelo 0800 570 0800.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Veja Mais

Empreendedorismo

Sou MEI. E agora?

Notícias

03 de Julho de 2020

Doces de Pelotas são vendidos online nas comemorações de aniversário do município

SAIBA MAIS

 

03 de Julho de 2020

Empresa de São Leopoldo aposta em novas maneiras de venda para driblar crise

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: