Loading SEBRAE

Mais buscados: sei CREDITO MEI consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Enoturismo e o vínculo com as comunidades

Região em Portugal ainda pouco explorada pelos turistas, o Dão, revelou empreendimentos que entendem a importância do enoturismo para o desenvolvimento local

15/05/18

Da Redação

COMPARTILHE

A missão técnica das vinícolas gaúchas em Portugal conheceu estabelecimentos que ficam em uma região pouco conhecida em comparação a Porto e Alentejo. O Dão, localizado na parte central do país, revelou empresas inovadoras e preocupadas em fomentar constantemente o enoturismo. A missão foi realizada por uma iniciativa do Sebrae RS e contou com o apoio do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Vinhos do Brasil, e da vice-cônsul de Portugal, Adriana de Melo Ribeiro, com programação finalizada no dia 12 de maio.

Vinícolas gaúchas buscam conhecimento em Portugal

Grupo gaúcho finalizou agendas em Portugal em 12 de maio (Foto: Sebrae RS)

A primeira visita ocorreu na vinícola Lusovini e mostrou aos empreendedores gaúchos um pouco da produção de espumantes da propriedade, que atinge 2 milhões de garrafas por ano e recebe 3 mil turistas no mesmo período. “O que marcou para nós foi a variedade de produtos e as experiências proporcionadas. É possível provar vinhos de diversas regiões de Portugal. Eles têm fortes parcerias com a hotelaria, empreendedores de turismo rural, além da questão fitoterápica, que é a união do vinho com a terapia”, comenta a técnica do Sebrae RS que acompanhou o grupo, Amanda Paim.

Segundo ela, outra questão importante é a ambientação por meio de música jovem que cria um espaço convidativo, bem como o fato de os proprietários gostarem muito de contar sobre a vinícola e a região. O gerente de Indústria, Comércio e Serviços do Sebrae RS, Fábio Krieger, destacou essa característica dos empresários portugueses. “Eles têm um vínculo muito forte com a comunidade, sentem orgulho. Isso nada mais é do que a prática do storyteller. Comprar vinho passa a ter um diferencial aliado ao turismo quando a experiência fornece história de forma detalhada”, disse.

A Quinta do Encontro, outra propriedade visitada, mostrou diferencial à primeira vista. A arquitetura planejada com formas arredondadas, lembrando o formato de um barril, impressionou o grupo. Segundo Amanda Paim, eles estão presentes no Brasil por meio do grupo Rio Sol, em Pernambuco. “Além disso, chama a atenção o fato deles terem um varejo muito forte e uma experiência gastronômica incrível. O local recebe 12 mil turistas por ano e o faturamento da loja e do restaurante equivale a 30% do total.

Isabel Carraro, proprietária da Vinícola Carraro, de Bento Gonçalves, destacou o nível de informação mostrado pelos atendentes das empresas, o que reforça a preocupação em promover constantemente o enoturismo. “A funcionária que nos recebeu estava completamente preparada e especializada no assunto. Ela tinha muita firmeza em passar os conteúdos, valorizando totalmente a empresa”, ressalta. Clori Peruzzo, da Vinícola Peruzzo, localizada em Bagé, enfatizou a importância do poder público no incentivo ao setor. “Aqui há muito envolvimento. Percebemos que sozinhos fica mais difícil atuar, e que o papel de prefeituras é fundamental para modificar o rumo da economia nos municípios. Levarei muitas lições para a região da Campanha”, finaliza.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

18 de Maio de 2018

Microempresas gaúchas fazem imersão no mercado norte-americano de alimentação

SAIBA MAIS

 

18 de Maio de 2018

Em busca da expansão

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 15/05/2018 14:32

Sessão de Crédito ensina sobre financiamento em Caxias do Sul

Sebrae RS Podcast 15/05/2018 14:31

Sessão de Crédito do Sebrae-RS vai percorrer todo o Estado

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: