Loading SEBRAE

Mais buscados: sei MEI crédito CONSULTORIA boas Praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Histórias inspiradoras têm a marca da superação e da perseverança

Paola Carosella e os empreendedores da Charlie Brownie e Steal the Look compartilharam suas vivências em evento realizado pelo Sebrae RS

atualizado em: 08/10/19

Da Redação

COMPARTILHE

Com trajetórias bem distintas, os empreendedores que participaram do Histórias que Inspiram nessa segunda-feira, 7 de outubro, têm em comum um caminho de superação, perseverança e muito trabalho. A noite de palestras, realizadas no Porto Alegre Comedy Club e transmitidas ao vivo pelo site do Sebrae RS, promotor do evento, iniciou com Tiago Schmitz, fundador da rede de docerias Charlie Brownie, que já chegou avisando que iria contar um case de propósito, não de sucesso. “O que estamos fazendo aqui? Levamos nossa vida para que?”, provocou o empresário.

Histórias inspiradoras têm a marca da superação e da perseverança

Palestra de Paola Carosella foi o ponto alto da noite (Foto: Sebrae RS/divulgação)

Schimitz largou a carreira de administrador bem-sucedido após sofrer uma forte depressão por perceber que sua vida estava sem propósito. Em 2014, resgatou a sua infância ao começar a produzir brownies em casa com as receitas da sua avó e vender pela internet. “Os clientes gostaram e passaram a presentear pessoas bacanas com os meus brownies, até que um dia recebi um self do William Bonner com o produto, o meu primeiro cliente famoso”, contou.

Um ano após, Schimitz abriu a sua primeira loja de 70 metros quadrados com suas economias e com o 13º salário. Hoje, a Charlie Brownie possui três lojas e emprega 28 pessoas responsáveis pela elaboração de 62 produtos diferentes de forma artesanal. E sem nenhuma dívida bancária.

O que permeia o negócio de Schimitz é a sua essência, que diz muito sobre quem somos. “Aprendi com minha avó a fazer doces como um gesto de amor. Foi a partir da relação com ela que entendi que eu poderia ressignificar a minha história. Ela nunca questionou o ser humano que eu era. Na sua cozinha, aprendi a ser gente e a confeitar como eu confeito hoje,” relatou o empresário. Essa essência de amor é sentida nas lojas da Charlie Brownie, onde pessoas com mais de 65 anos são recepcionadas com café e doce de cortesia.

Em paralelo à atividade empresarial, a rotina de Schimitz é preenchida com uma série de iniciativas de apoio a grupos de minorias. O empresário apoia 26 ONGs em Porto Alegre e atua em projetos sociais com empresas que defendem a diversidade. Para Schimitz, empreender é colocar o melhor de si à disposição do outro. O seu sonho agora é abrir lojas com cafeteria junto com livraria. “Acredito na leitura, nos livros impressos. Sonhar grande ou pequeno dá o mesmo trabalho”, concluiu.

No caso de Manuela Bordasch, o sonho apareceu cedo. A sua história começou aos 14 anos. Foi quando a empresária, cofundadora do Steal the Look, uma das maiores plataformas de moda do País, iniciou sua carreira de modelo, motivada pela vontade de sair de Porto Alegre. Nessa época, ela morou em São Paulo e Nova Iorque e começou a se interessar por comportamento de moda. Seis anos depois, Manuela voltou para concluir o ensino fundamental e fazer faculdade de Relações Internacionais com ênfase em marketing de negócios. Esse período coincidiu com o boom dos blogs de moda, nos quais as meninas postavam looks, mas não diziam onde encontrar as peças.

“Conversei com amigos e, em dois meses, e investimento de R$ 30 no domínio, colocamos o Steal the Look no ar”, relembra. “Enfrentamos várias dificuldades, mas o mais legal foi acompanhar quando a moda se desdobrou para comportamento, o que eu tinha percebido como tendência lá atrás”, contou.

A iniciativa de sucesso incentivou Manuela e expandir os negócios e criar novas empresas no ramo. A Steal the Look Shop faz a venda de roupas e acessórios de marcas e novos designers com a curadoria do Steal de Look.

A última investida foi na Pusch, plataforma de compartilhamento de experiências da própria empresa que objetiva empoderar e motivar mulheres a se destacarem no mercado de trabalho. Com um time 23 pessoas, a Steal the Look tem mais de 2 milhões de visitas/mês e reúne hoje 23 pessoas. A empresária exibiu um vídeo de seu quarto projeto, o content.lab, consultoria e plataforma de conteúdo que será lançado em novembro.

Para Manuela, um dos segredos de sucesso é formar uma boa equipe e entender o talento de cada pessoa e direcioná-lo para onde pode se destacar mais. A empresária também deu a sua dica. “Peça ajuda, seja cara de pau, às vezes temos vergonha e deixamos de buscar dicas que podem transformar as nossas vidas.”

Paola Carosella – “Aprendi pelos poros, respirava cozinha”

Última palestrante da noite, a jurada do talent show MasterChef Brasil, Paola Carosella, e dona do restaurante Arturito e casa de empanadas La Guapa, ambos em São Paulo, arrancou risos da plateia contando a sua história de forma divertida. Mesmo os momentos mais difíceis, que não foram poucos, foram superados com muita perseverança.

Nascida na Argentina, também aprendeu a cozinhar com as avós, que lhe faziam companhia aos finais de semana enquanto a sua mãe, uma advogada de sucesso, trabalhava muito, e seu pai morava longe. “Aprendi pelos poros, respirava cozinha”. A conexão com a gastronomia persistiu na adolescência e resgatou Paola da solidão.

Foi no primeiro emprego como secretária que as oportunidades começaram a aparecer quando ela mesma se responsabilizou a fazer almoços encomendados pelo seu chefe. “Quando ele soube que era eu que os preparava, me indicou para trabalhar em restaurantes, e nunca mais parei”, relata. Em 1991, Paola foi passar uma temporada em Paris e vivenciou algumas experiências.

Quando retornou para Buenos Aires, trabalhou com Francis Mallmann no restaurante “Los Negros” e depois no “La Boca”, do mesmo dono. Após a morte repentina da mãe, em 1999, decidiu morar em Nova Iorque, onde também não se encontrou. Veio do mesmo Francis Malmann a proposta de trabalhar em São Paulo, no Figueira Rubayat, onde viveu uma experiência muito intensa.

Em 2003, juntou-se a um colega de trabalho para empreender e abrir o seu próprio restaurante. “Encaramos toda a burocracia para abrir um negócio no Brasil. Eu era responsável pela cozinha, e meu sócio pela administração. O restaurante foi um sucesso de público, mas não de gestão. “O sócio sumiu e tive que levar as minhas habilidades da cozinha para o escritório. Esvaziei as gavetas e organizei as dívidas. Conseguimos superar esse momento”, recorda. A solução depois foi vender a sua parte para o sócio e apostar num outro restaurante.

O Arturito nasceu de uma parceria de Paola com sócios argentinos. Nesse período, a filha nasceu e ela começou a olhar o restaurante com raiva, porque nunca ganhava dinheiro. “Entrei no Arturito, um restaurante muito sofisticado, e achei que não ia mais dar certo, o que realmente começou a acontecer”, conta. Os sócios não concordaram. Em 2011, Paola comprou a parte deles, no momento em que estava descapitalizada, mas cheia de esperança com a sua ideia de deixar o local mais a sua cara para atrair mais gente e ficar mais identificado com a sua cozinha que chama de simples e voltada para os ingredientes.

Paola começou a tentar reconquistar clientes, fez uma reforma e buscou um novo sócio, mais voltado à gestão, que está com ela até hoje. Mudou a proposta de alta gastronomia para uma proposta mais acessível. No período, escreveu um artigo na Folha de São Paulo falando que era caro sair para comer fora na capital e enumerou os motivos e como o tipo de serviço que se oferece influi no preço. “Foi quando comecei a construir um relacionamento de amor com meu restaurante e com meus clientes.” Em 2013, abriu a loja La Guapa para vender empanadas e foi um sucesso. Hoje, são nove lojas de empanadas e a rede fatura R$ 40 milhões por ano.

Ao final, mediados pelo apresentador da rádio Gaúcha Luciano Potter, os três empresários finalizaram trocando ideias. Em comum, a mensagem de que o empreendedor de sucesso tem em comum uma força incrível de trabalho e que talento também é colocar as pessoas certas no lugar certo. Afinal, ninguém atinge sucesso sozinho.

O evento foi transmitido ao vivo pelo link https://historiasqueinspiram.sebraers.com.br e ficará disponível até a noite desta terça-feira.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

11 de Outubro de 2019

Alimento do futuro é destaque na Feira Anuga

SAIBA MAIS

 

09 de Outubro de 2019

Rio Grande do Sul é um dos vencedores do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 11/10/2019 06:32

Mostratec tem mais de 750 projetos estudantis de ciência, inovação e tecnologia

Sebrae RS Podcast 09/10/2019 16:35

Inovação e tecnologia em saúde são tema de evento em Caxias do Sul

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: