Loading SEBRAE

Mais buscados: sei mei credito consultoria boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Referências do e-commerce no Salão do Empreendedor

06/11/15

Da Redação

COMPARTILHE

Evento gratuito ocorre no dia 8 de novembro durante a Frinape

Da Redação

Comércio eletrônico estará em destaque no Salão do Empreendedor (Foto: Banco de imagens)

Erechim – Um dos mercados que mais cresce no Brasil e no mundo será tema de um evento específico durante o Salão do Empreendedor. É o Seminário de Comércio Eletrônico, que ocorre no próximo domingo, 8 de novembro, das 10h às 18h, no Parque da Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim (ACCIE), na rua Henrique Salomoni, s/n. A iniciativa do SEBRAE/RS integra a Frinape, em Erechim.

O Seminário de Comércio será realizado em parceria com a E-Commerce Brasil. A técnica de Gerência de Soluções do SEBRAE/RS, Marie Christine Julie Mascarenhas Fabre, conta que o evento propõe uma temática inovadora como alternativa de negócio para os empresários da região. “Buscamos o E-Commerce Brasil para a curadoria de conteúdo, pois eles são referência no País”, complementa a técnica.

A diretora-executiva do E-Commerce Brasil, Vivianne Vilela, abrirá o evento e fará a mediação das palestras. “Preparamos um seminário todo customizado para os pequenos negócios”, relata. “A ideia é apresentar os pilares do comércio eletrônico, que são logística, planejamento e vendas, para que os participantes saiam do seminário e consigam fazer ou demandar as ações para o planejamento e abertura de sua loja on-line”, destaca.

Em alta na crise

No ano passado, o comércio eletrônico movimentou R$ 35,8 bilhões no Brasil, uma expansão de 24%. Só no primeiro semestre deste ano, o segmento faturou 16% a mais que no mesmo período de 2014, chegando a R$ 18,6 bilhões. E, por incrível que pareça, a crise favorece esse tipo de compra. Pesquisa realizada pelo Webshoppers 3e – eBit aponta que, neste cenário econômico de maior instabilidade, os e-consumidores reportaram que nos dois primeiros trimestres do ano a intenção de compra no comércio eletrônico seria maior, uma vez que a internet possibilita uma aquisição mais planejada ao permitir que preços e produtos sejam comparados com grande facilidade antes da decisão.

A 2ª pesquisa nacional realizada em parceria entre o SEBRAE Nacional e o E-Commerce mostrou dados muito interessantes sobre os canais de venda e o porte das empresas. Por exemplo, 84% dos MEIs possuem somente e-commerce para comercialização de seus produtos e serviços. E 59% das microempresas estão restritas a esse canal de comercialização. Outro dado relevante, obtido na pesquisa, demonstra que 75% do faturamento dos negócios que atuam com e-commerce é concentrado em pequenos negócios. No entanto, esses empreendimentos enfrentam um desafio importante. “A mortalidade das micros e pequenas com lojas on-line é grande, pois o processo de entrada é simples, mas a lógica gerencial é muito complexa e demanda mapeamento e agilidade nos processos em cada etapa, além das mudanças constantes e inerentes ao meio digital”, alerta o estudo. Essa conclusão reforça a importância das informações sobre o setor e do planejamento para ingressar no mundo dos negócios virtuais de forma bem-sucedida.

Acesse aqui a programação completa do Seminário de Comércio Eletrônico.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

17 de Julho de 2018

Estande Coletivo do RS vende quase R$ 2,5 milhões na estreia da Francal

SAIBA MAIS

 

17 de Julho de 2018

O primeiro emprego é nas MPEs

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 16/07/2018 18:12

Empretec é lançado com um workshop em Rio Grande

Sebrae RS Podcast 13/07/2018 14:05

Série sobre Gestão - Plano de Negócios

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: