Loading SEBRAE

Mais buscados: Mei Sei crédito consultoria boas Praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Sebrae em Santo Ângelo passa a atender em coworking

Inauguração do novo espaço ocorreu nesta quinta-feira, 19 de dezembro, com a presença da diretoria executiva da organização

atualizado em: 19/12/19

Da Redação

COMPARTILHE

O Sebrae em Santo Ângelo está de casa nova: o Mind7 Coworking. O novo espaço, baseado no compartilhamento de ambientes, foi inaugurado na manhã desta quinta-feira, 19 de dezembro, com a presença da diretoria executiva da organização, do prefeito municipal, Jacques Barbosa, e outras lideranças e autoridades da região. O local está sediado na Av. Brasil, 1128, no centro da cidade, e proporcionará ainda mais qualidade ao atendimento já oferecido pelo Sebrae RS no antigo endereço.

O objetivo da mudança é aproximar o Sebrae RS da comunidade em um ambiente inovador e conectado às tendências mundiais de negócios, reunindo empresas em um ecossistema que compartilham do mesmo espaço físico”, explica o diretor-superintendente do Sebrae RS, André Vanoni de Godoy. Além disso, o novo espaço irá gerar uma economia de 93% à organização, cujos custos passarão de R$ 244 mil para R$ 18 mil ao ano. “Os móveis que não utilizamos no coworking foram doados para a Central do Bem, iniciativa do Gabinete da Primeira-Dama, com o qual temos outra parceria com foco no projeto varejo da moda”, acrescentou Godoy.

Sebrae em Santo Ângelo passa a atender em coworking

Junto ao novo espaço do Sebrae RS em Santo Ângelo, estão empresas de arquitetura, inovação, móveis, design, produção de multimídia e diversos outros segmentos. “O espaço Mind7 Coworking oferece salas de reunião, salas privativas, espaço para eventos e até mesmo uma cafeteria própria que será instalada em breve”, comenta o gerente do Sebrae na região Noroeste, Armando Pettinelli.

 

Santo Ângelo adere ao Cidade Empreendedora

Na mesma ocasião, o município de Santo Ângelo assinou o termo de intenção para  adesão ao Projeto Cidade Empreendedora, iniciativa que tem foco na melhoria do ambiente de negócios nos municípios gaúchos.

O prefeito Jacques Barbosa salienta que o programa Cidade Empreendedora é um impulsionador do desenvolvimento econômico local ao fomentar o empreendedorismo, respeitando as realidades de cada município. “Destaca-se ainda o fortalecimento e ampliação das iniciativas estratégicas do município, que colabora para que seja criado um ambiente que favorece o desenvolvimento sustentável e inclusivo”, acentua.

O Programa Cidade Empreendedora é uma iniciativa inédita no Rio Grande do Sul para engajar gestores e servidores públicos na melhoria do ambiente de negócios e na promoção das políticas públicas para o apoio e fortalecimento do empreendedorismo nos municípios, respeitando suas realidades. O programa tem como objetivo a transformação local, visando impulsionar o desenvolvimento econômico como um todo, com a potencialização e institucionalização de alguns capítulos da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa.

Para Godoy, a gestão pública é fundamental para o crescimento econômico regional. “Vamos colaborar para que os entes públicos sejam mais produtivos e eficazes em suas ações junto às comunidades. O Cidade Empreendedora cria uma estratégia de atuação e sua implementação serve como uma importante ferramenta para o incentivo ao empreendedorismo local”, destaca.

Com um investimento de R$ 5 milhões em todo o RS, a iniciativa promove a implantação de políticas de desenvolvimento por meio de 10 eixos: os Priorizados, que são Liderança, Desburocratização, Compras Governamentais e Educação Empreendedora; e os Personalizados, que tratam dos temas, Plano de Desenvolvimento Econômico, Valorização das Empresas Locais, Fomento ao Crédito, Inovação, Turismo e Inspeção Municipal.

 

A força dos pequenos negócios

Os pequenos negócios têm uma importância fundamental no desenvolvimento econômico. Eles representam 98,3% das empresas do Estado, 32,6% do PIB e 48,6% dos empregos formais gerados, segundo dados da Receita Federal de 2019.

Já a Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM RS) de 2018 mostra que os empreendedores representam 31,6% da população de 18 a 64 anos, correspondendo a mais de 2,4 milhões de pessoas no Rio Grande do Sul. A mesma pesquisa aponta as políticas governamentais e o apoio financeiro como um empecilho para seus negócios. Dessa forma, o Programa Cidade Empreendedora está fundamentado na atual necessidade dos empreendedores gaúchos.

Sebrae em Santo Ângelo passa a atender em coworking 1

A solenidade encerrou com o descerramento da fita inaugural das novas instalações do Sebrae em Santo Ângelo.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

05 de Agosto de 2020

Frederico Westphalen realiza pesquisa de satisfação da Sala do Empreendedor

SAIBA MAIS

 

05 de Agosto de 2020

Levantamento do Sebrae RS mostra o perfil das cidades gaúchas

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 05/08/2020 09:45

Sebrae-RS inaugura novo Espaço de Negócios em Santa Cruz do Sul

Sebrae RS Podcast 03/08/2020 09:45

Sebrae-RS promove webinar para desmistificar processo de franquear micro e pequenas empresas

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: