Loading SEBRAE

Mais buscados: sei MEI Credito Consultoria boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Setor da saúde conta com mais de 37 mil pequenos negócios no RS

Sebrae RS desenvolve projetos para fortalecer a cadeia produtiva, com destaque para a região Metropolitana

atualizado em: 11/07/19

Da Redação

COMPARTILHE
Setor da saúde conta com mais de 37 mil pequenos negócios no RS

As principais preocupações da cadeia produtiva estão relacionadas a tendências e conhecimento de mercado e novas tecnologias.

Com o objetivo de desenvolver e fortalecer a cadeia produtiva da saúde, promover a aproximação comercial e a gerar negócios junto ao seu mercado-alvo, o Sebrae RS oferece seis projetos específicos voltados ao setor. A iniciativa visa atender um mercado que conta com mais de 312 mil estabelecimentos de saúde no País (6,8 mil hospitais).

No Rio Grande do Sul, há 37.829 pequenos negócios no setor, com concentração de empresas no segmento de serviços. De acordo com pesquisa realizada pelo Sebrae RS, as principais preocupações da cadeia produtiva estão relacionadas a tendências e conhecimento de mercado e novas tecnologias. No segmento de serviços de saúde, outro gargalo está na mão de obra qualificada.

Também são apontados como pontos de atenção na indústria da saúde o tempo de desenvolvimento, o conhecimento técnico, a comercialização (escala de vendas), a capacidade de inovação e a prospecção de clientes. “Nosso desafio é compreender cada vez mais os diferentes elos desta cadeia produtiva, identificar os gaps de competitividade e oportunidades de intervenções que possam beneficiar os atores e adicionar valor na percepção dos empresários da indústria e nos serviços da saúde”, avalia a coordenadora dos projetos de Saúde do Sebrae RS, Ana Paula Rezende.

Para o Sebrae RS, o fortalecimento do sistema de saúde gera possibilidade de impactar um maior número de empresas, utilizando de forma mais integrada diferentes canais de relacionamento e de atendimento, com respostas personalizadas para cada tipo de paciente. “A nossa proposta para a estratégia de atuação na cadeia de saúde e bem-estar é conectar iniciativas, ampliando mercado para a MPE e facilitando acesso à saúde e ao bem-estar da população”, acrescenta Ana Paula. No Rio Grande do Sul, com aproximadamente 37 mil micro e pequenas empresas, o elo de serviços na saúde representa importante gerador de empregos e atende uma das principais demandas da população. A indústria do setor também vem apresentando crescimento, principalmente devido à criação de produtos com tecnologia embarcada. “A complexidade no setor exigirá o envolvimento de toda a cadeia produtiva para assegurar a sustentabilidade financeira”, complementa Ana Paula.

Projetos na Região Metropolitana

Na região metropolitana da capital, o Sebrae RS vem impulsionando sua atuação no setor com projetos de conexão para alta performance que promovem o desenvolvimento de empresas na cadeia da saúde, conforme detalha o gestor de projetos da Cadeia Produtiva da Saúde na região, Lucas Alves. “Um dos nossos projetos tem como objetivo o desenvolvimento de pequenas indústrias da cadeia de valor da saúde, promovendo a aproximação comercial e a geração de negócios junto ao seu mercado-alvo, em que, através da qualificação da gestão comercial e de competências estratégicas para o negócio, promovemos a participação das empresas envolvidas com exposições em feiras especializadas do setor, como a Feira Hospitalar e missões empresariais para eventos de negócios em busca da aceleração comercial”, destaca Alves.

Esse projeto, que conta com a participação de 21 empresas de soluções, produtos, equipamentos e tecnologias para o setor da saúde se chama Conexão Saúde e vem alavancando os pequenos negócios que se beneficiam de suas ações. Um exemplo é a Victum, empresa de engenharia e design de produtos e tecnologias para setor. “O Sebrae, através do projeto, tem sido fundamental para o crescimento e solidificação da Victum. Com ele, temos acesso a treinamentos que nos ajudam a organizar, entender melhor nosso negócio, nos relacionar melhor com os clientes e vender mais. Temos a oportunidade de participar de feiras e eventos, que reúnem muitas empresas do setor médico-hospitalar, que são nossos potenciais clientes. Assim, fica muito fácil e barato o acesso aos mesmos. Isto gera novos negócios e ajuda a solidificar o relacionamento com as empresas que já são clientes”.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

19 de Setembro de 2019

Sebrae RS participa da revitalização criativa do 4º Distrito

SAIBA MAIS

 

19 de Setembro de 2019

Seminário Empretec acontece em Santa Cruz do Sul

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 18/09/2019 12:07

Sebrae RS traz de Chicago principais tendências para o setor de alimentação fora do lar

Sebrae RS Podcast 11/09/2019 15:42

Sebrae promove estande coletivo na maior feira de vinhos profissional da América Latina

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: