Loading SEBRAE

Mais buscados: mei sei Credito CONSULTORIA Boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Notícias

“A gente não pode mais fazer uma venda, temos que gerar experiências”, diz Pedro Paviani

Proprietário da Vinhos e Vinhos.com, de Flores da Cunha, integrou grupo de gaúchos participantes da NRF 2019, em Nova Iorque

atualizado em: 25/01/19

Da Redação

COMPARTILHE
Fao: ao acessar a loja, o cliente faz uma imersão nas histórias que envolvem os produtos.

Quando desembarcou nos Estados Unidos, Pedro Paviani não imaginava que aquela semana seria tão intensa. Foi uma rotina com muita troca de experiências, para fazer relacionamentos e buscar inspirações no varejo internacional. “Nos primeiros dias, eu fazia um lanche rápido e partia para a próxima atividade. Tinha que comer rapidinho para poder aproveitar ao máximo. Chegávamos no fim do dia cansados e ainda tinha muita coisa para fazer”, diz.

O proprietário da Vinhos e Vinhos.com, loja virtual de Flores da Cunha especializada em vinhos brasileiros, fez a primeira viagem internacional a negócios. Ele integrou o grupo de 25 pessoas – composto por 15 empresários apoiados pelo Sebrae RS – e representantes do Sindilojas-POA, CDL Porto Alegre, FCDL, Senac e Fecomércio RS, que participou da imersão à NRF Big Show 2019 (National Retail Federation), em Nova Iorque. A viagem aconteceu entre os dias 11 e 19 de janeiro e contemplou a participação na feira e visitas técnicas nas principais lojas do varejo americano.

De lá, trouxe muitas ideias que pretende aplicar na empresa, além de difundir o conhecimento para outros empresários. “A gente não pode mais fazer uma venda, temos que gerar experiências. A loja tem que gerar ambientes diferentes onde sejam possíveis sentir os produtos e as histórias que estão por trás deles. O cliente, antes de comprar, quer sentir. Vamos melhorar alguns processos para trazer um contato mais pessoal e construir um relacionamento mais próximo com o cliente. Será um grande desafio porque somos uma loja online e não temos tanto contato com o consumidor.”

Durante a imersão nos Estados Unidos, o Sebrae RS organizou uma série de visitas técnicas a 15 das principais empresas que são destaques no varejo americano. A iniciativa mostrou na prática exemplos de tudo o que foi visto na teoria nos dias da NRF. Entre elas, estava a Starbucks Roastery, loja americana de cafés. “A loja é um modelo. Tu toma um café fresco, moído na hora. Enquanto faz o café, o atendente explica a história do grão e os detalhes do processo do café. As pessoas também podiam experimentar antes de comprar. É um modelo de experiência”, diz.

Starbucks

A Fao Schwarz, famosa revendedora de brinquedos, e que tem – entre eles – um piano gigante, onde foi gravada uma cena do filme Quero Ser Grande, foi a grande preferida da Soraide Graf, empresária e diretora da CDL, em Lajeado. Ao acessar a loja, o cliente faz uma imersão nas histórias que envolvem os produtos. “Entramos e vivemos uma experiência, nos envolvemos e acabamos comprando. Tinha um ursinho de pelúcia que foi feito para um ex-presidente dos Estados Unidos. A pessoa paga pela história e não pelo produto em si”, lembra ela.

Outro fator que chamou atenção da empresária, foi a vontade dos americanos de sempre continuar fazendo mais. Ela comenta que a loja estava lotada, quando a visitou no fim de semana. Mesmo assim, três funcionários na calçada chamavam o público para dentro, convidando para entrar e viver a experiência da loja. “Isso me fez refletir que, aqui no Brasil, o lojista está com a loja cheia e está feliz. Lá nos Estados Unidos, eles estavam com a loja cheia e seguiam chamando gente. É o sentimento do empresário de continuar fazendo cada vez mais”, comenta.

Conhecimento que vem da NRF

Os três dias da NRF Big Show 2019, que aconteceu entre 13 e 15 de janeiro, trouxeram muito conhecimento na bagagem. No evento, os empresários puderam ver grandes nomes como os líderes das empresas Alibaba, Walmart, Best Buy e Levi’s, conversaram com representantes da IBM, SAP, Salesforce, entre outras.

Soraia Graf lembra do exemplo da construção de uma identidade através do envolvimento com a comunidade que uma loja de óculos americana tem. “A cada óculos que ela vende, doa outro. Assim, cria uma proximidade com a comunidade local. Devemos trabalhar este tipo de ação com a Lojas Muller”, reforça a empresária.

Entre os assuntos abordados por lá, estava a importância do ser humano dentro do negócio. Segundo o coordenador de projetos de moda do Sebrae RS, Fabiano Zortea, “o colaborador deve ser tratado como potencial agente de inovação dentro da empresa. Isso porque a inteligência estratégica dos negócios está nas mãos dos vendedores, que estão em contato direto com o cliente”. Dedicar a agenda da liderança para eles, para ter ideias de inovação, é uma forma de tornar o varejo mais relevante para o público.

Outro ponto importante tratado na NRF foi como a tecnologia está ajudando nos negócios, através de entregas agilizadas e a prática do conceito do Bopis – Buy Online, Pickup In-Store (compre online e retire na loja), que já são empregados por empresas como Nike, Converse, Under Armour, Nordstrom. “Hoje, as empresas precisam ter presença digital e física. Essas são condições fundamentais para ter um negócio varejista. Elas precisam ter sinergia entre si. A loja física ainda representa a maior parte das vendas. Mesmo o celular acaba sendo um gatilho para a compra online, no Brasil, apenas 6% das compras são feitas da forma digital”, reforça o coordenador.

Zortéa comenta que “as discussões também giraram em torno das tendências e boas práticas de varejo, atendimento, gestão e extensão do posicionamento de marca e o olhar criativo para o varejo”. Além disso, foram muitos exemplos de tecnologias de última geração, seminários, fóruns e apresentação de cases de empresas mundialmente conhecidas.

Para ele, “uma imersão como essa é uma oportunidade de estudar o varejo durante um evento de grande porte como a NRF, podendo assistir conteúdos teóricos e práticos, ter acessos a conceitos, a ferramentas e tecnologias na feira. Os empresários sempre voltam com uma atitude diferente, encorajados e com conhecimento para inovar, alinhado com o que tem de mais moderno no mundo do varejo”.

Não perca tempo!

Ficou interessado em participar de uma viagem como foi a NRF? Ainda dá tempo! Isso porque O Sebrae RS está organizando outra imersão no mercado americano de foodservice: o National Restaurant Association – NRA Show 2019, a Feira da Associação Nacional dos Restaurantes, maior evento mundial de gastronomia que acontece entre os dias 18 a 21 de maio, em Chicago, nos Estados Unidos. As inscrições estão abertas até o dia 28 de fevereiro no link https://goo.gl/uxreK7.

A feira é voltada para uma indústria cada vez mais internacional, além de ser um lugar de inspiração, para fazer conexões, explorar novos produtos, ter ideias, conhecer tendências e soluções, informar-se e descobrir o melhor que a indústria mundial da alimentação tem a oferecer. As empresas selecionadas receberão um apoio de 30% sobre o investimento, além de todo acompanhamento técnico do Sebrae RS durante e após o evento.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

07 de Dezembro de 2021

Parceria Sebrae RS e PUCRS favorece desenvolvimento de competências empreendedoras

SAIBA MAIS

 

07 de Dezembro de 2021

Plataforma green destaca Reserve4me no mercado de startups

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 20/10/2021 11:30

Seminário Internacional ConheCer está com as inscrições abertas

Sebrae RS Podcast 01/09/2021 18:00

Sebrae RS apresenta mais uma edição da batalha de startups, no Insight Sul

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: