Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI MEI CREDITO consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Agroindústria

Processo

Boas Práticas de Fabricação são essenciais para se diferenciar

19/04/18
Fabiano Nichele

Fabiano Nichele

Gerência Setorial do Agronegócio

COMPARTILHE
Para atender os consumidores, que estão cada vez mais exigentes, existem ferramentas que atestam a qualidade e a segurança dos alimentos, entre elas as BPF – Boas Práticas de Fabricação

As transformações no agronegócio têm sido acentuadas, especialmente em questões relacionadas ao meio ambiente, ao aumento tecnológico e à importância de maior agregação de valor aos produtos. A agroindústria de pequeno porte atualmente vem ganhando espaço nos grandes centros comerciais pela forma artesanal com a qual o produto é produzido e também por suas características vinculadas à sua origem, demonstrando assim agregação de valor. A diferenciação dos produtos é fundamental nesse momento, pois é a qualidade e as suas características regionais e de produção que os tornam atrativos, fazendo com que a marca fique guardada na memória dos consumidores.

No entanto, é necessário que as agroindústrias de pequeno porte fiquem atentas às tendências, pois o consumidor está cada vez mais desconfiado dos sistemas que regulam a segurança dos alimentos, ou seja, processos de produção. Em outras palavras, precisamos garantir a produção de alimentos seguros à saúde e a satisfação dos consumidores. Recentemente foi divulgada uma pesquisa pela Mintel em 2018 (www.mintel.com/in-store-servicesna qual foram identificadas algumas tendências entre os consumidores, como, por exemplo, confiança, cuidado pessoal, individualidade e sustentabilidade.

Sendo assim, para atender esses consumidores, que estão cada vez mais exigentes, existem ferramentas que atestam a qualidade e a segurança dos alimentos. Entre elas estão as BPF – Boas Práticas de Fabricação, que reúnem uma série de fundamentos e regras para o manuseio adequado dos alimentos. As exigências que compreendem as BPF vão desde a matéria-prima, localização da agroindústria, área construída, equipamentos e utensílios, limpeza do ambiente, processamento, qualidade da água, registros e controles dos documentos. Além disso, esta ferramenta colabora para a organização da agroindústria (gestão) e também torna o processo de produção mais efetivo. 

Atualmente existe um esforço de várias entidades para auxiliar as agroindústrias a implantarem ferramentas que assegurem a qualidade do seu produto. Quem tem apoiado esta mudança de cultura nas agroindústrias são a Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), através do Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf); a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi); a Emater/RS; e Farsul, Senar e Sebrae (através do programa Juntos para Competir).

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Veja Mais

Agroindústria de Pequeno Porte

Competitividade

Empresas podem potencializar produtos por meio da embalagem

Agroindústria de Pequeno Porte

Tradição

Agricultura familiar e a produção do queijo colonial no RS

Notícias

21 de Novembro de 2018

Estande coletivo na Feira Zero Grau atrai compradores

SAIBA MAIS

 

20 de Novembro de 2018

Gilberto Porcello Petry é eleito presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae RS

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 19/11/2018 17:25

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor encerra etapa regional na capital

Sebrae RS Podcast 19/11/2018 17:20

São Francisco de Assis recebe Rodada Regional para produção local

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: