Loading SEBRAE

Mais buscados: sei MEi credito consultoria Boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Arambaré constrói a primeira trilha acessível para cegos do Estado

A aplicação da lei pode dar visibilidade e trazer oportunidade de novos negócios para a Costa Doce.

13/01/17

Da Redação

COMPARTILHE

trilha_arambare-divulgacao-2-360x202

Arambaré – A aplicação da lei pode dar visibilidade e trazer oportunidade de novos negócios para a Costa Doce. Arambaré encontrou na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência um caminho para fortalecer o turismo. O município lançou a primeira trilha ecológica acessível para cegos em um projeto que uniu SEBRAE/RS, prefeitura municipal e empresas do setor. Depois da primeira experiência em dezembro, tem confirmados novos grupos para o final de janeiro e fevereiro e as agências e operadoras da região já estão oferecendo pacotes com esse destino.

A lei federal 13.146, de 6 de julho de 2015, assegura que a pessoa com deficiência tem direito à cultura, ao esporte, ao turismo e ao lazer em igualdade de oportunidades com as demais pessoas, mas a acessibilidade ainda é exceção. “A partir dessa realidade, propusemos à prefeitura a criação de uma trilha acessível, já que o município é rico em belezas naturais e poderia atrair um turismo diferenciado e inclusivo”, relata a gestora de projetos da Regional Sul do SEBRAE/RS, Jussara Cruz Argoud.

Nasceu então a Trilha dos Piquetes, em um trajeto de 800 metros com corda-guia e sinalizada com placas em braile, nomeando a vegetação e os pontos de destaque do percurso. “A trilha não é exclusiva para cegos. É inclusiva”, ressalta Jussara. No trajeto, os visitantes passam por mata nativa e podem conferir e tocar a vegetação até chegarem à Lagoa dos Patos, onde conseguem sentir a brisa, a areia e a água nos pés.

A experiência sensorial teve sua estreia em dezembro, com a participação de um grupo de 15 pessoas da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul. Leandro Pereira, proprietário da operadora Eco 360º Ecoturismo e Aventura, foi um dos guias da visita e se impressionou. “Foi um sentimento inigualável de muito aprendizado para nós. Ao tocar e sentir, os cegos têm uma percepção mais acurada que a nossa. Vemos, mas muitas vezes não enxergamos. Eles não vêm e conseguem enxergar muito mais que nós”, resumiu.

Depois da primeira ação inclusiva para o turismo do município, já estão previstas mais iniciativas. “Estamos estudando outro produto voltado para cegos, agora no turismo rural, com cavalgadas e passeios de carroça guiados por trator”, antecipa Pereira. Com iniciativas como essa e outras propostas e que promovam a acessibilidade, a ideia é elevar o patamar do munícipio como destino turístico. “Queremos que Arambaré, com apoio do poder público, torne-se referência em acessibilidade na Região da Costa do Estado”, projeta Jussara, do SEBRAE/RS.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

19 de Julho de 2018

O que a NRA Show ensinou aos empresários

SAIBA MAIS

 

19 de Julho de 2018

Resultados de 2017 superados no 3º dia da Francal

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 18/07/2018 09:58

Sebrae realiza seminário sobre Junta Digital em Lagoa Vermelha

Sebrae RS Podcast 17/07/2018 18:29

Sebrae em Pelotas promove a Sessão de Crédito para micro e pequenas empresas

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: