Loading SEBRAE

Mais buscados: mei Credito Sei BOAS Praticas CONSULTORIA

Loading SEBRAE

Notícias

Notícias

Com foco em artes marciais, empresa de Erechim fatura 68% mais no ano

Participante de projeto do Sebrae RS, Dankana busca aumentar a receita em 50% crescimento para 2023

atualizado em: 10/05/23

Da Redação

COMPARTILHE

Manter a crescente dos últimos anos é a estratégia que rege o futuro da Dankana, fabricante de produtos para artes marciais de Erechim. Em 2022, a empresa participante do projeto Conexão Indústria Moda Norte, do Sebrae RS, ampliou seu mix de produtos, investiu em marketing e tráfego. As medidas fizeram o negócio crescer e atingir todos os estados brasileiros, além de chegar aos mercados do Uruguai, Colômbia e Espanha. O resultado foi um crescimento de 68% no faturamento, com relação ao ano anterior. Para 2023, é crescer mais 50%. 

De acordo com a sócia-proprietária da Dankana, Laudi Spironello, a expectativa para este ano se dá por conta do aquecimento do setor. “A filosofia de vida e a disciplina transmitida pelas artes marciais são cada vez mais necessárias no mundo atual. Além disso, há o fato de que atletas brasileiros têm obtido destaque em campeonatos nacionais e internacionais, o que ajuda a promover a prática das artes marciais”, afirma.  

O presente que virou negócio  

A empresa surgiu de maneira inusitada, conforme conta Laudi. “Minha mãe e eu tínhamos uma fábrica de uniformes empresariais, mas no Natal de 2015, queríamos presentear o meu sobrinho com um kimono de karatê. Tivemos dificuldade para encontrar o presente, decidimos fabricar nós mesmas e recebemos elogios da sensei. Sendo assim, percebemos que o mercado de artigos para artes marciais passava por uma carência e decidimos investir nisso”, lembra. A empresária conta que desde a entrega da primeira encomenda, em janeiro de 2016, a empresa voltou-se somente para o mercado das artes marciais – em sua origem, realizava a confecção de uniformes para o trabalho.  

Se no início o foco eram os kimonos de karatê, atualmente a empresa produz artigos para outras modalidades, como Jiu-Jitsu,Taekwondo, Hapkido e Shorinji Kempo – sendo a única empresa autorizada a produzir uniformes com a logo da arte na América do Sul.  

Atenção ao mercado é essencial 

Diferentemente do que se pode imaginar, o negócio no ramo dos uniformes empresariais ia bem antes da mudança de mercado. O novo rumo foi uma opção, conforme explica Laudi. “Estávamos indo bem no ramo dos uniformes empresariais, mas vimos uma grande oportunidade no mercado de artigos para artes marciais e decidimos mudar”, conta.   

Para o gestor de projetos do Sebrae RS, Gladistom Deliberali, a mudança mostra o quanto a atenção ao cenário mercadológico é importante para o bom desenvolvimento dos negócios. Essa é uma das muitas estratégias desenvolvidas pelo programa da organização. “A Laudi e os sócios viram na dificuldade de encontrar um produto uma carência no mercado e isso explica o grande crescimento da empresa desde sua abertura. A Dankana com certeza é um case de sucesso no que diz respeito a aproveitar bem as oportunidades”, diz. 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

02 de Maio de 2024

Sebrae RS leva empresários gaúchos à maior feira de alimentos e bebidas das Américas

SAIBA MAIS

 

02 de Maio de 2024

Projeto Amplitude Moda Circular foca na capacitação empreendedora para mulheres

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 27/02/2024 16:18

Plano de Voo, do Sebrae RS, traz as principais tendências da NRF para o varejo

Sebrae RS Podcast 29/01/2024 10:00

Dicas de finanças para empresas é tema do podcast do Sebrae RS

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: