Loading SEBRAE

Mais buscados: mei Sei crEdito Consultoria Boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Notícias

Diagnóstico revela redução da população de Uruguaiana

O trabalho realizado pelo Sebrae RS mostra as perspectivas de desenvolvimento do município

atualizado em: 28/04/21

Da Redação

COMPARTILHE

Uma das principais entregas do Programa Cidade Empreendedora é o Diagnóstico Municipal, análise realizada pelo Sebrae RS com base nos dados socioeconômicos e que serve de referência para a tomada de decisões da administração municipal voltadas ao desenvolvimento local. No caso de Uruguaiana, um dos aspectos relevantes apresentados está relacionado à diminuição da população no período entre 2000 e 2019 e que, assim como ocorre no RS, passa por um processo rápido de envelhecimento. O trabalho mostra que embora o número de crianças tenha diminuído e o número de idosos aumentado, a configuração populacional do município ainda é favorável, colocando no presente a grande responsabilidade de preparação para um futuro com uma população ainda menor e estruturalmente mais velha.

 

De acordo com o Diagnóstico Municipal, entre 2000 e 2019, houve uma retração de 32,1% da população de crianças (idade inferior a 15 anos), percentual maior que o do Estado (-21,4%). O grupo com mais de 65 anos teve aumento de 73,5%, mas Uruguaiana figura entre os 20% dos municípios com as menores taxas de crescimento da população idosa, pois no RS esse crescimento foi de 96,6%. A população entre 15 e 64 anos, por sua vez, teve retração de 1,2%, resultante da queda na população de 15 a 44 anos (-14,4%), em comparação ao avanço nas faixas de 45 a 64 anos (139,6%). Com isso, Uruguaiana encontra-se entre os 185 municípios em que essa faixa da população (15 a 64 anos) encolheu.

 

No entanto, Uruguaiana ainda conta com uma parcela expressiva de crianças que irão crescer, entrar no mercado de trabalho, e contribuir para gerar produção e renda no município. Neste cenário, com uma população menor do que no período anterior, crescerá a responsabilidade das pessoas que estão no mercado de trabalho na geração de riqueza para manter o PIB per capita. Nesse sentido, o levantamento aponta que o caminho é aumentar a produtividade, criando as condições para que cada pessoa produza mais. Para que isto ocorra, a Educação tem papel fundamental.

 

O Diagnóstico aponta que garantir uma educação de qualidade, que promova o desenvolvimento de habilidades e capacidade de assimilação, é um desafio enorme, mas possibilitará que os jovens possam desenvolver seu pleno potencial e contribuir com um trabalho mais produtivo. Ações como garantir a plena cobertura da Pré-Escola – fundamental para o início da trajetória na educação formal das crianças – bem como melhorar os resultados das etapas posteriores da Educação Básica, devem estar entre as prioridades no município. Além disso, aumentar a disponibilidade de vagas em creches e educação em tempo integral pode estimular uma maior participação feminina no mercado de trabalho, algo fundamental num cenário de população decrescente.

 

A gestora de projetos do Sebrae RS, Monica de Alencastro Guimarães, destaca que Uruguaiana já adota diversas ações relacionadas à Educação. “Muitas dessas iniciativas estão em andamento por meio do Cidade Empreendedora e do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), onde a intenção do poder público, por meio do secretário Emerson Ortiz, é levar o empreendedorismo para 100% das escolas públicas municipais.”

 

Economia

 

Além da Educação, o Diagnóstico Municipal também indica que deve ser dado suporte nas condições básicas para o bem-estar da população, sobretudo no que diz respeito à saúde. Para tanto, é fundamental identificar as áreas que requerem um olhar mais atento a fim de estabelecer os pontos estratégicos para a elaboração de planos de ação. Em relação à organização da economia, Uruguaiana ganha destaque por ser o maior produtor de arroz do Brasil.

 

Para que o município possa continuar crescendo gerando riqueza e melhorando a distribuição de renda, porém, o desenvolvimento dos serviços e da indústria tem que acontecer em paralelo à agropecuária. Para tanto, deve haver um ambiente de negócios favorável não apenas para que os pequenos negócios possam crescer, mas também para que o município possa atrair investimentos de médio e grande porte. Uruguaiana já conta com diversas iniciativas que tornam o ambiente de negócios mais favorável. A consolidação dessas ações e, principalmente, o avanço em medidas que tornem o município mais atraente para novos negócios e para garantir a competitividade dos negócios já instalados é considerada uma condição fundamental para a promoção do crescimento sustentado.

 

O Diagnóstico Municipal foi apresentado pelas economistas Patricia Pallermo e Giovana Menegotto em evento online realizado dia 31 de março com a participação do prefeito Ronnie Peterson Colpo Mello, secretários municipais e gestores do Sebrae RS.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

18 de Junho de 2021

Nem a crise segura o JK

SAIBA MAIS

 

18 de Junho de 2021

Projeto VOAR terá live de apresentação dia 21/06, às 19h19 e pode mudar a vida dos jovens

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 07/06/2021 14:15

Sebrae RS lança novo podcast nas plataformas digitais

Sebrae RS Podcast 31/05/2021 11:15

Integrante do Conexão Pelotas, empreendedor se reinventa e cria novo espaço gastronômico

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: