Loading SEBRAE

Mais buscados: Mei credito Sei boas praticas consultoria

Loading SEBRAE

Notícias

Notícias

Estudo do Sebrae RS aponta impactos da seca para pequenos produtores gaúchos

Organização ouviu 520 produtores das lavouras de grãos, frutas e hortaliças, pecuária de corte e leite, apicultura e piscicultura

atualizado em: 06/03/23

Da Redação

COMPARTILHE

O cenário desafiador frente à estiagem que atinge o Rio Grande do Sul pela terceira temporada seguida não é menos desafiador para os produtores de pequeno porte. Pesquisa realizada pelo Sebrae RS indica que 94,8% empreendedores rurais foram impactados pela seca no que tange à produção. Destes, 34,48% tiveram a produção afetada entre 41% e 60%; 24,14% tiveram a produção afetada entre 11% e 40%; e 20,8% tiveram a produção afetada entre 61% e 80%. O estudo ouviu 520 produtores rurais atendidos pelo Sebrae RS no Estado que atuam em lavouras de grãos, frutas e hortaliças, pecuária de corte e leite, apicultura e piscicultura.   

Diretamente ligado à produtividade, ao valor pago ao produto e ao custo de produção, o faturamento também foi apontado para 70,77% dos produtores como menor na comparação com a safra anterior. Quando questionados sobre a adoção de medidas para contornar os impactos da seca na sua propriedade, um ponto positivo: pouco mais de um terço dos produtores rurais gaúchos (35,98%) estão tomando medidas de manejo conservacionista no solo. A ação é considerada fundamental e diretamente relacionada à capacidade de aumento da produtividade do solo, e sua capacidade de enfrentar os eventos climáticos recorrentes das safras de verão.  

Segundo o coordenador de Projetos Setoriais do Agronegócio do Sebrae RS, André Bordignon, o estudo replica uma pesquisa similar realizada no ano passado elaborada com o objetivo de entender as principais necessidades do produtor e propor soluções para auxiliar a minimizar os impactos da seca em relação ao negócio no curto, médio e longo prazo. “É uma ferramenta que nos permite sermos mais assertivos na proposição de soluções aderentes a necessidade para a manutenção do negócio frente a frustração de mais uma safra que foi castigada pela falta de chuvas nas mais diferentes regiões e em diferentes culturas”, explica. 

Para o especialista, a reavaliação dos sistemas de gestão das propriedades e o melhor entendimento da situação financeira de cada negócio são alguns dos pontos cruciais para os produtores se manterem competitivos. A avaliação é corroborada por outro dado, que aponta que 71,35% dos produtores não possuem seguro agrícola, recurso que poderia ser uma solução para mitigar parte das perdas da produção e trazer uma garantia para os produtores rurais.  

Os dados completos da pesquisa do Sebrae RS podem ser acessados no endereço https://conhecimento.sebraers.com.br/lp/impactoseca/. 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Junho de 2024

30% dos micro e pequenos negócios gaúchos levarão de quatro a seis meses para voltarem a normalidade

SAIBA MAIS

 

20 de Junho de 2024

Mais de 36% das MPEs ainda estão fora de operação no RS

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 27/02/2024 16:18

Plano de Voo, do Sebrae RS, traz as principais tendências da NRF para o varejo

Sebrae RS Podcast 29/01/2024 10:00

Dicas de finanças para empresas é tema do podcast do Sebrae RS

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: