Loading SEBRAE

Mais buscados: MEI credito Sei BOAS PRATICAS CONSULTORIA

Loading SEBRAE

Notícias

Notícias

Foodtechs comandam revolução na indústria alimentícia

Principais tendências para produção e consumo de alimentos com tecnologia serão apresentadas na 1º edição do Foodtech Summit, dia 17/08, em Lajeado

atualizado em: 08/08/23

Da Redação

COMPARTILHE

As foodtechs estão transformando hábitos alimentares e de consumo a partir de novas soluções tecnológicas. Estas startups inovam com o uso de ferramentas como Internet das Coisas (IoT), Big Data e Inteligência Artificial (IA) para trazer novas perspectivas ao ramo da alimentação. Já experimentou a proteína vegetal de laboratório ou saborosos microgreens cultivados em uma fazenda urbana vertical? Essas são algumas das “invenções” sustentáveis e saudáveis que, em breve, devem se tornar tão comuns quanto o feijão com arroz nosso de cada dia.  

A gaúcha Cellva, que desenvolve e produz gordura de porco por meio da cultura de células, é um exemplo de inovação neste segmento. “Este produto possui uma eficiência no custeio, gerando muita competitividade. Além disso, é igual ou superior à gordura convencional (animal), que é a melhor gordura que temos para a indústria”, explica Sérgio Pinto, fundador da Cellva, que tem sede em Porto Alegre. Pioneira no Brasil no desenvolvimento da tecnologia de carne cultivada, a foodtech é uma das empresas que estará presente no 1º Foodtech Summit, no próximo dia 17/08, no Auditório do Sicredi de Lajeado (Av. Piraí, 97).  As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo site  https://bit.ly/44PvZrL 

“O Vale do Taquari é uma das regiões mais efervescentes da cadeia produtiva de alimentos e bebidas do Rio Grande do Sul, sendo reconhecida como ‘Vale dos Alimentos’. É muito promissora no que diz respeito ao futuro do setor no Estado. Na região também estamos desenvolvendo um projeto-piloto chamado Ecostrator Foodtech e, por isso, decidimos levar o evento para lá”, explica o coordenador da área de A&B do Sebrae RS, Roger Scherer Klafke.  

O encontro também terá como foco o fenômeno das foodtechs e os desafios na inovação para as indústrias de A&B, conectando todos os elos envolvidos no setor, desde o agronegócio, indústrias, agroindústrias e varejo. “A ideia é justamente mostrar as possibilidades de negócios que existem no desenvolvimento de produtos inovadores e com alto valor agregado para contemplar toda a cadeia produtiva do segmento”, comenta Klafke.  

Alimento com tecnologia 

O avanço tecnológico aplicado ao setor está mudando a forma como produzimos, distribuímos, vendemos e consumimos alimentos, contribuindo de forma decisiva para a segurança alimentar e para o surgimento de novas alternativas nutricionais voltadas para a saúde e para a sustentabilidade. A comida com tecnologia impacta desde a modernização da indústria agroalimentar, passa pelos processos de conservação até o modo como os alimentos chegam à nossa mesa.      

São muitas as tendências nesta área, a começar pela agricultura. No campo, a biotecnologia, a robótica agrícola e o uso de tecnologias como sensores, drones e inteligência artificial ajudam a otimizar a produção, monitorar o crescimento das plantas, melhorar a irrigação e reduzir o uso de pesticidas e fertilizantes. 

A inovação chega também às etapas de processamento e conservação de alimentos, em que o uso de técnicas inovadoras de esterilização e embalagens inteligentes ampliam a vida útil dos produtos. No segmento da logística, aplicativos e plataformas digitais facilitam a entrega de alimentos, permitindo que as pessoas peçam comida online e recebam os produtos em casa, de forma mais rápida e eficiente. 

Carne cultivada em laboratório 

Os alimentos alternativos são uma das tendências que mais chamam a atenção, pois mexem diretamente com hábitos, costumes e desafiam paladares mais tradicionais. Entre os destaques nesta área estão a pesquisa e o desenvolvimento de soluções de origem vegetal e celular para a produção de carne, laticínios e outros produtos de origem animal, como os já citados hambúrgueres à base de plantas e carnes cultivadas em laboratório.  

Há, ainda, a utilização de dados e algoritmos com aplicação na nutrição personalizada e o desenvolvimento de soluções para reduzir o desperdício de alimentos, promover a agricultura sustentável e minimizar o impacto ambiental da indústria alimentícia. 

Todos esses temas vão ganhar o palco do Foodtech Summit. Na programação, estão previstos painéis como “Ecossistema de apoio às Foodtech do RS”, “Tecnologia para resultados” e “Transformando a Indústria Alimentícia”. Entre os palestrantes estão confirmados nomes como o da pesquisadora e fundadora do Voicers e TEDx Speaker, Ligia Zotini; e do futurista e estrategista Demetrio Teodorov. Além de foodtechs e startups que são cases de sucesso nos seus segmentos, o evento contará com a participação de importantes atores do ecossistema empreendedor gaúcho e de integrantes da FOODTECH ALLIANCE, como o APL de Alimentos e Bebidas do Vale do Taquari, Tecnovates, Promove Lajeado, AGIL, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e Instituto de Alimentos e Bebidas do Senai/RS, Secretaria de Inovação Ciência e Tecnologia do RS, Cumbuca Food Hub do Tecnopuc e demais parceiros.  

 

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

23 de Fevereiro de 2024

Sebrae RS abre inscrições para o Selo Sebrae de Referência em Atendimento da Sala do Empreendedor

SAIBA MAIS

 

22 de Fevereiro de 2024

Sebrae RS lança convênio com Governo do Estado do Rio Grande do Sul para desenvolvimento de MEIs

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 29/01/2024 10:00

Dicas de finanças para empresas é tema do podcast do Sebrae RS

Sebrae RS Podcast 16/01/2024 14:00

No Plano de Voo, empresária compartilha tendências após participar da maior feira de alimentação e bebidas

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: