Loading SEBRAE

Mais buscados: mEI Sei Credito consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Inovação virou ingrediente fundamental da Cucas da Rosana

A pequena empresa de Santa Cruz do Sul participou do programa Agentes Locais de Inovação (ALI) e agora já pensa em abrir franquias

atualizado em: 20/11/20

Da Redação

COMPARTILHE

No mês de junho, no auge da pandemia, a Cucas da Rosana foi na contramão da maioria dos empresários e em vez de fechar ou reduzir a operação, abriu uma filial. “Foi uma coragem muito grande, mas os planos já estavam em andamento e achamos melhor não parar”, conta Rosana Glesse, fundadora da empresa. Agora, além da filial em Santa Cruz do Sul, a Cucas da Rosana também começou a operar à noite. “O início foi difícil, mas aos poucos o movimento está voltando”, relata. A coragem de empreender e seguir em frente foi acompanhada do apoio do Sebrae RS por meio do programa Agentes Locais de Inovação (ALI).

 

“A ação do Sebrae foi muito importante porque nós sempre buscamos inovação de produtos e acreditamos que a empresa tem que inovar e criar sempre”, enfatiza Rosana. A Cucas da Rosana existe desde 2012 e surgiu da produção caseira das tradicionais cucas alemãs incentivada pela família e fermentada com o talento e habilidade da dona na confeitaria.

 

O negócio caiu no gosto dos clientes, as cucas venceram diversos concursos e o espaço, que passou a oferecer também opção de café, ficou pequeno para tanta demanda. A necessidade de expansão de forma sustentável esbarrou no dilema de crescer sem perder as características tradicionais dos produtos. Com o faturamento em alta, foi possível mudar para um prédio maior e implantar o serviço de café colonial. Para reorganizar os processos, necessário diante do aumento de produção, contratação de mais colaboradores e novos serviços – e tudo isso sem perder a qualidade -, a empresa passou a contar com apoio do Sebrae RS.

 

O gestor local do Programa ALI no Sebrae Vales do Taquari e do Rio Pardo, Clóvis Glesse, afirma que, em junho de 2017, a Cucas da Rosana aderiu ao programa Agentes Locais de Inovação e durante o acompanhamento do programa foram desenvolvidas ações como adoção de novas formas para se relacionar com os clientes, principalmente focado em divulgação em redes sociais, com troca de informações com clientes. Também foi sugerido o desenvolvimento da pesquisa de satisfação dos clientes, para avaliar sugestões e possíveis reclamações, além de iniciar processo de registro de marca no INPI, realizar reuniões para inovação com toda equipe de trabalho, ações sustentáveis para reduzir custos e ainda integrar todos no novo modelo sustentável, colaborando com meio ambiente. Outra iniciativa para maior divulgação da empresa foi criar um site estruturado para facilitar o acesso das informações da empresa pelos clientes.

 

Através do programa ALI, a empresa conheceu o Sebraetec, solução oferecida pelo Sebrae que incentiva a inovação através de consultoria e serviços adequados e especializados em diferentes áreas de conhecimento. No caso, foi contratada consultoria voltada para o desenvolvimento de tabelas nutricionais dos produtos. A empresa também participou com seus colaboradores do Curso de Boas Práticas de Manipulação, disponibilizado pelo Sebrae, para capacitação de pessoas que trabalham com a manipulação de alimentos.

 

Saiba mais

 

O Programa ALI é uma iniciativa do Sebrae Nacional e que agora que agora faz parte do Programa Brasil Mais, em parceria com o Ministério da Economia e com o CNPq, para aumentar a produtividade dos pequenos negócios através de ações de inovação. O acompanhamento busca trabalhar metodologias de inovação nos encontros com a empresa. Durante o período de três meses, que começará em fevereiro, serão aplicadas ferramentas que visam trazer de forma prática, soluções inovadoras para redução das dificuldades mapeadas na empresa. Os indicadores de produtividade serão mensurados no início do acompanhamento e após as soluções implementadas, com orientação do Agente Local de Inovação.

 

O acompanhamento é destinado a micro e pequenas empresas formalizadas, que possuem faturamento anual de até R$ 4.800.000,00, dos setores Indústria, Comércio ou Serviços. Para saber se o seu negócio está enquadrado no perfil do programa é só acessar o link https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/brasilmais, responder as perguntas do autodiagnóstico e aguardar o contato até fevereiro. Além disso, é importante verificar se a sua cidade está na área de abrangência do ALI.

 

As regionais de atuação são as seguintes:

  • Metropolitana: Porto Alegre, Viamão, Gravataí, Guaíba, Alvorada, Cachoeirinha, Eldorado do Sul, Charqueadas, Santo Antônio da Patrulha, Osório, Capão da Canoa, Torres, Tramandaí e Cidreira.
  • Norte: Gaurama, Marcelino Ramos, Barão de Cotegipe, Getúlio Vargas, Machadinho, Erechim, Passo Fundo, Soledade, Marau, Lagoa Vermelha, Ibiraiaras, Tapejara, Aratiba, Nonoai, Sarandi, Sananduva e Campinas do Sul.
  • Serra Gaúcha: confira as cidades da Regional em: https://sebraers.com.br/encontre-o-sebrae/?cidade=CAXIAS+DO+SUL .
  • Sinos, Caí e Paranhana: Novo Hamburgo, Sapiranga, Nova Hartz, Araricá, Campo Bom, Santa Maria do Herval, Morro Reuter, Dois Irmãos, Estância Velha, Presidente Lucena, Lindolfo Collor, Ivoti, Três Coroas, Igrejinha, Parobé, Taquara, Rolante, Riozinho, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Portão, Nova Santa Rita, Alto Feliz, Barão, Bom Princípio, Brochier, Capela de Santana, Feliz, Harmonia, Linha Nova, Maratá, Montenegro, Pareci Novo, Salvador do Sul, São José do Hortêncio, São José do Sul, São Pedro da Serra, São Sebastião do Caí, São Vendelino, Tupandi e Vale Real.
  • Sul: Pelotas, Rio Grande e Camaquã.
  • Vales do Taquari e do Rio Pardo: Cruzeiro do Sul, Mato Leitão, Santa Clara do Sul, Forquetinha, Venâncio Aires, Lajeado, Arroio do Meio, Marques de Souza, Roca Sales, Encantado, Muçum, Ilópolis, Anta Gorda, Arvorezinha, Estrela, Teutônia, Bom Retiro do Sul, Paverama, Imigrante, Colinas, Taquari, Santa Cruz do Sul, Vera Cruz, Candelária, Rio Pardo.

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Veja Mais

Zero Grau 2020: pequenos negócios fecham R$ 1,10 milhão em vendas

Zero Grau 2020: pequenos negócios fecham R$ 1,10 milhão em vendas

Uma em cada quatro empresas gaúchas precisou remodelar o negócio durante a pandemia

Uma em cada quatro empresas gaúchas precisou remodelar o negócio durante a pandemia

Pesquisa mostra satisfação com a Sala do Empreendedor de Campo Bom

Pesquisa mostra satisfação com a Sala do Empreendedor de Campo Bom

Notícias

26 de Novembro de 2020

Zero Grau 2020: pequenos negócios fecham R$ 1,10 milhão em vendas

SAIBA MAIS

 

26 de Novembro de 2020

Uma em cada quatro empresas gaúchas precisou remodelar o negócio durante a pandemia

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 25/11/2020 16:40

Sebrae RS e FNQ finalizam processo de certificação das Salas do Empreendedor

Sebrae RS Podcast 24/11/2020 13:15

Estande Estação Moda registra mais de R$ 1 milhão em negócios fechados durante Feira Zero Grau 2020

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: