Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI mei Credito Consultoria Boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

MPEs gaúchas registram mais de 7 mil empregos em abril

10/06/13

Da Redação

COMPARTILHE

Número é 2,8 vezes superior em comparação ao que geraram as médias e grandes empresas

Da Redação

O setor de serviços foi o que mais contratou, totalizando 3.104 novos postos de trabalho (Foto: Banco de Imagens)

Porto Alegre – Os pequenos negócios foram os principais empregadores no Rio Grande do Sul durante o mês abril. Mais de 7 mil pessoas ingressaram no mercado formal de trabalho gerado pelas empresas de micro e pequeno porte – 2,8 vezes a mais do que nas médias e grandes empresas, que registraram um saldo líquido de empregos de 2.073. Os números são do levantamento realizado pelo SEBRAE, com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

No período, as empresas de Serviços foram as que mais contrataram, totalizando 3.104 novos postos de trabalho. Os segmentos em destaque foram: Comércio e Administração de Imóveis, Serviços de Alojamento, Alimentação e Reparação, Manutenção, Transportes e Comunicações. “O destaque para o setor de serviços tem relação com a alta de consumo, principalmente pela classe C. O aumento da renda per capta do brasileiro dá condições de demanda por mais serviços diferenciados e de qualidade”, analisa o presidente do SEBRAE/RS, Vitor Augusto Koch.

Já os pequenos negócios da Indústria de Transformação registraram o segundo maior saldo na geração de empregos, com 2,2 mil postos ocupados nos segmentos metalúrgico e mecânico. A indústria da Madeira e do Mobiliário, assim como a da Borracha, Couro, Peles e similares também registraram bom desempenho na contração de empregados. O Comércio assumiu a terceira posição na geração de empregos – puxado pelo Comércio Varejista – em seguida aparece a Construção Civil.

Conforme Koch, somente nos quatro primeiros meses de 2013, as micro e pequenas empresas gaúchas admitiram mais de 34 mil funcionários, o que comprova seu papel fundamental na economia do Estado. “Isso mostra a responsabilidade que o SEBRAE/RS tem frente ao preparo dessas empresas para que continuem evoluindo, bem como junto àqueles que pretendem abrir seu próprio negócio”, afirma o presidente.

Em nível nacional, foram gerados 196.913 empregos formais celetistas, com as MPE respondendo pela criação líquida de 140.271 postos de trabalho, enquanto as MGE registraram 52.785 novos postos. A Administração Pública registrou apenas 3.857 empregos.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Julho de 2018

O “Uber” das diaristas

SAIBA MAIS

 

20 de Julho de 2018

Gaúchos vendem mais de R$ 8 milhões na Francal

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 18/07/2018 09:58

Sebrae realiza seminário sobre Junta Digital em Lagoa Vermelha

Sebrae RS Podcast 17/07/2018 18:29

Sebrae em Pelotas promove a Sessão de Crédito para micro e pequenas empresas

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: