Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei MeI CREDITO CONSULTORIA boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Mulheres especiais e que inspiram

Lídia Megier, de Ijuí, e Silvia Martins Bauer, sócia do Vitta Centro de Bem-Estar Físico, de Porto Alegre, conquistam o Prêmio SEBRAE Mulher de Negócios no Rio Grande do Sul

atualizado em: 21/07/17

Da Redação

COMPARTILHE

Porto Alegre – A trajetória de duas empreendedoras gaúchas chamou a atenção de forma especial e conquistou os avaliadores do Prêmio SEBRAE Mulher de Negócios. Silvia Martins Bauer, sócia do Vitta Centro de Bem-Estar Físico, de Porto Alegre, venceu a distinção na categoria Pequena Empresa, e Lídia Megier, de Ijuí, conquistou o prêmio na categoria Produtora Rural. A cerimônia de reconhecimento ocorreu nesta sexta-feira, 21 de julho, na sede do SEBRAE RS, em Porto Alegre, e reuniu familiares das seis empreendedoras que chegaram até a final da premiação no Estado.

As vencedoras da etapa gaúcha do Prêmio SEBRAE Mulher de Negócios: Lídia Megier, de Ijuí, e Silvia Bauer, de Porto Alegre (Foto: SEBRAE/RS)

O diretor de Administração e Finanças do SEBRAE RS, Carlos Schütz, ressaltou a determinação e a tenacidade das mulheres no comando de seus negócios, diferencial que facilita o caminho para a conquista do sucesso e traz vida longa. “Esta iniciativa do SEBRAE RS, além de reconhecer as empresárias que transformam seus sonhos em realidade, inspira outras mulheres a também empreender”, disse. Schütz lembrou, ainda, que as empreendedoras podem lançar mão das novas soluções a distância que o SEBRAE RS está disponibilizando em seu novo portal, uma oportunidade de crescimento a todos os empreendedores. “Inclusive, os primeiros números nos mostram que as mulheres já estão liderando os acessos ao site, sempre dedicadas e estudiosas, outra característica feminina”.

Emocionado, o diretor Técnico do SEBRAE RS, Ayrton Pinto Ramos, finalizou a cerimônia argumentando o que leva a instituição a homenagear apenas as mulheres através do prêmio. “É que elas são especiais, além de liderarem suas empresas, coordenam a casa e os filhos, sempre preocupadas com o bem-estar da família. As mulheres conseguem atuar em diversas frentes com sucesso, o que também torna o seu dia a dia mais pesado, porém mais recompensador e admirável”, concluiu.

Como funciona o prêmio

Para participar, as empresárias preencheram um questionário detalhado e encaminharam um relato de seus empreendimentos. Depois, as pré-selecionadas receberam uma visita de avaliação que considerou critérios de gestão e relacionados às próprias descrições de suas trajetórias, com análise de temas como o desafio para abrir a empresa, as ideias inovadoras, o ambiente participativo e os resultados obtidos.

As premiadas no Rio Grande do Sul concorrerão à grande final nacional, que vai destacar as campeãs do Prêmio SEBRAE Mulheres de Negócios em outubro, em Brasília. As primeiras colocadas no País receberão placa, certificado, selo de vencedora e um curso ou 16 horas de consultoria técnica.

Conheça mais a história das vencedoras

  • Lídia Megier
    Produtora Rural, de Ijuí

Essa gaúcha sempre procurou aliar o trabalho no campo com a educação. Desde solteira já procurava conhecimentos especializados e técnicos sobre as atividades na roça, pois só assim poderia crescer e ampliar a renda. Também percebeu que precisava investir em novas tecnologias para que a propriedade prosperasse. A vida começou a mudar quando recebeu uma visita da Emater nas terras da família e foi incentivada a implantar um pomar de laranjas. Na época, buscou financiamento junto ao BRDE para compra de mil mudas e implementos. Como o prazo para colheita leva três anos, a família teve de se virar, vender sucatas, leite, colocar os filhos para ajudar os vizinhos. Passados 17 anos, os resultados são muitos. Estão com 7 mil fruteiras em 19 hectares e as colheitas ocorrem durante o ano todo. Além de laranja e bergamota, também produzem beterraba, cenoura, melão, melancia, mandioca, repolho, batata-doce.

O fruto desse trabalho tem como principais destinos programas do governo municipal e estadual para alimentação escolar e mais recentemente a empresa de Lídia passou a fornecer para as Forças Armadas. A propriedade continua com o trabalho familiar, apoiado por alguns prestadores de serviço temporários, mas a vontade de crescer continua. Para atender a demanda e por verificar que não há fornecedores na região, passarão a produzir polpa de laranja, uva e abacaxi. Também comercializarão mandioca já descascada, cortada e congelada e geleias de frutas.

  • Silvia Martins Bauer
    Vitta Centro de Bem-Estar Físico, de Porto Alegre

A história do Vitta Centro de Bem-Estar Físico começou há quase 24 anos, quando Silvia e uma sócia se depararam com a necessidade de criar um local voltado para a prática de atividade física com boa orientação personalizada e voltada para um público que se preocupasse com a qualidade de vida. Na época, havia apenas academias para um público mais jovem e com grande volume de pessoas a serem atendidas.

Desde o início, a preocupação com a gestão fez parte da rotina do Vitta. O SEBRAE RS esteve presente na história da empresa em vários momentos. Participaram do Programa Agentes Locais de Inovação e implementaram várias ferramentas de gestão atualizando e utilizando essas informações no planejamento da empresa. Além disso, participaram do Prêmio SEBRAE de Inovação, além do Prêmio SEBRAE Mulher de Negócios.

Após essa trajetória de mais de duas décadas, a empresa cresceu. Hoje, a equipe tem quase 60 profissionais, a grande maioria mulheres. Embora tenha mais sócios, a gestão continua sendo feminina e está a cargo de Silvia e Juliane Heineck. Uma das inovações que o Vitta está implantando é trazer novos projetos e ideias a partir de sugestões dos próprios colaboradores. Com mais autonomia, foram criadas ações que levam educação e fidelizam os clientes, como o Vitta Inspira e Integra e o QualiVitta.

A clínica também está unida em prol da solidariedade. Este ano, foi adotada uma escola de educação infantil que atende 64 crianças em uma zona de tráfico de Porto Alegre. A mobilização de toda equipe também inspirou os clientes do Vitta, que conseguiram materiais para a reforma da instituição e se dividiram para apoiar em várias áreas como alimentação, logística e outras. Assim, conseguiram manter o espaço que fecharia com a escassez de verbas públicas. Para ajudar ainda mais, o Vitta prepara uma ação especial, o Dia da Solidariedade, que vai movimentar todos os profissionais em um trabalho voluntário no dia 5 de agosto, com recebimento de doações e serviços com 50% de desconto e a renda revertida totalmente para a escola.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

14 de Novembro de 2019

Sebrae RS e Sicredi assinam convênio para incentivar empreendedorismo

SAIBA MAIS

 

14 de Novembro de 2019

Vinte e sete empresas participam da Estação Moda RS na Feira Zero Grau, em Gramado

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 14/11/2019 16:53

Caxias do Sul recebe seminário Junta Digital do Sebrae-RS

Sebrae RS Podcast 14/11/2019 16:48

Sebrae RS terá estande coletivo de moda na feira Zero Grau, em Gramado

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: