Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei MEi credito consultoria BOAS PRATICAS

Loading SEBRAE

Notícias

“Peguei emprestado uma peça do meu sogro que tinha 9 m². E assim comecei o meu negócio”, diz Bittencourt

Proprietário da Barbearia Álamo, em Uruguaiana, largou a carreira de concursado para ser empreendedor

12/02/19

Da Redação

COMPARTILHE
Desde o início, o Sebrae RS ajudou o empreendedor em sua formalização como Microempreendedor Individual (MEI) e com outras dicas e indicações de cursos.

Transformar. No dicionário, a palavra significa “dar nova forma a algo”, “aparecer com novo aspecto” ou “alterar o estado de”. Entre os sinônimos, estão converter e mudar. E foi exatamente isto que Jeferson Bittencourt fez: mudou! Ele era concursado da guarda municipal de Uruguaiana, em que trabalhava desde 2011. Chegou a guardar dinheiro para sair do Brasil, mas teve o visto negado. Foi com as economias da viagem que resolveu investir nos negócios.

Em 2013, deixou de lado a vida estável que tinha como concursado para ser empresário. Mudou de área e abriu a Barbearia Álamo, em Uruguaiana. “Peguei emprestado uma peça do meu sogro que tinha nove metros quadrados. E assim comecei o meu negócio”, diz. Hoje, a barbearia tem dois andares, 80 metros quadrados e mais uma filial em outro ponto da cidade, além de empregar 12 pessoas.

Como se não bastasse esse crescimento, em janeiro deste ano, a barbearia foi sorteada para o Programa Empreende Uruguaiana, da prefeitura do município em parceria com o Sebrae RS, para o desenvolvimento de empresários e empresas da cidade. Nesse novo desafio, já pensa em abrir novas franquias e transformar a barbearia, que começou humilde numa sala pequena, em uma grande rede.

Ninguém começa sozinho. Desde o início, o Sebrae RS ajudou o empreendedor em sua formalização como Microempreendedor Individual (MEI) e com outras dicas e indicações de cursos. Ele correu atrás, acreditou e colheu os resultados. Bittencourt lembra que fez “alguns cursos de gestão, com bastante teorias, mas tu aprendes mesmo na prática, com as dificuldades do dia a dia. Porém, é muito importante para o crescimento ter um acompanhamento e trocar ideias com pessoas que entendam do teu trabalho. Eu aprendo bastante nessas conversas. O conteúdo de uma palestra acaba sendo muito rico para gente”.

O poder transformador do empreendedorismo

Quem nunca pensou em viver um momento de “Jefferson” e largar tudo para ter o próprio negócio? Empreender é o quarto na lista dos principais sonhos dos gaúchos, atrás apenas de comprar a casa própria, viajar por todo o Brasil e comprar um carro.

Talvez, seja por isso que, no Rio Grande do Sul, um em cada quatro adultos (entre 18 e 64 anos) é empreendedor, totalizando aproximadamente 1,9 milhão de pessoas.  Os dados são do último levantamento do Global Entrepreneurship Monitor (GEM). A pesquisa também mostra que o empreendedorismo gaúcho é bem equilibrado, sendo 44% dominado por mulheres e 56% por homens.

Muitas pessoas veem no empreendedorismo uma nova forma de renda e dar o primeiro passo para investir no próprio negócio não é uma decisão fácil. É por isso que, segundo a pesquisa, 66,7% dos empresários abre a própria empresa pela oportunidade e 33,3% pela necessidade. Segundo a gestora de atendimento do Sebrae RS, Alessandra Santos Farias, a hora certa vai depender do momento da pessoa e da oportunidade que ela tem.

“Depois que surgiu o Microempreendedor Individual (MEI), as pessoas puderam fazer testes de mercado, abrindo uma empresa onde o custo é menor. Antes de largar o emprego, elas podem atuar com as duas atividades em paralelo: continuam com o emprego formal, testam o negócio e, quando a empresa começa a dar certo, largam o trabalho e se dedicam à nova atividade”, comenta Alessandra.

Para ela, o segredo está no planejamento, em uma boa modelagem do negócio. Para entender onde se quer investir, é preciso fazer uma análise de mercado, entender o público-alvo, e, se não der certo, analisar outras possíveis possibilidades e, só assim, investir tudo na empresa.

Qualificação Para ajudar a despertar aquele “espírito empreendedor”, o Sebrae RS tem diversas soluções online. Por estar na internet, o conteúdo é gratuito e que pode ser aquele agente motivador que faltava. Entre eles, estão soluções como “Identidade Empreendedora”, “Como Ter Ideias Criativas e Inovar Na Prática?”, “Como Modelar Um Negócio Inovador” e “Como Validar Seu Modelo de Negócio”. Basta acessar (sebraers.com.br/empreendedorismoquetransforma) e embarcar nessa jornada. Mas não esqueça que, para ter sucesso, será necessário ser capaz de executar o que se propõe com determinação, competência e uma boa dose de ousadia. Adicione a isso tudo a possibilidade de não medir esforços para atingir os objetivos.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

21 de Fevereiro de 2019

Sebrae RS apresenta Mercopar 2019 durante reunião da CIC

SAIBA MAIS

 

21 de Fevereiro de 2019

InovAtiva está com inscrições abertas

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 19/02/2019 11:33

Quatro MPEs de Pelotas e Rio Grande são selecionadas para Prêmio de Inovação

Sebrae RS Podcast 18/02/2019 12:23

Sebrae RS fará oficinas de degustação de vinhos, espumantes e sucos na Festa Nacional da Uva

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: