Loading SEBRAE

Mais buscados: sei mei credito consultoria boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Polo Gastronômico da Serra Gaúcha negocia com agentes financeiros

04/11/15

Da Redação

COMPARTILHE

Melhores taxas de administração de cartões e aluguel das máquinas entram na esfera de negociação do grupo incentivado pelo SEBRAE/RS

Da Redação

Melhores taxas de administração de cartões e aluguel das máquinas entram na esfera de negociação do grupo (Foto: Banco de Imagens)

Caxias do Sul – Menos custos, mais competitividade. O Polo Gastronômico da Serra Gaúcha, projeto promovido pelo SEBRAE/RS desde 2013, dá um importante passo para sua gestão: a negociação de condições diferenciadas junto a agentes financeiros.

O gestor do projeto de gastronomia na Serra Gaúcha pelo SEBRAE/RS, Gustavo Angelo Rech, conta que foi realizada uma pesquisa junto às empresas participantes da iniciativa para avaliar volumes de negócios e as taxas pagas pelos bares e restaurantes. “São 53 empresas tradicionais do setor de alimentação fora do lar das cidades de Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Flores da Cunha e Farroupilha”, detalha o gestor.

Com base nessas informações, foi preparado um relatório para apresentar às instituições financeiras que prepararam ofertas especiais para o Polo Gastronômico. “Recebemos três propostas, do Sicredi, da Banrisul Cartões e da Elavon”, conta Augusto Martinenco, coordenador do núcleo de acesso a serviços financeiros do SEBRAE/RS. As taxas médias pagas pelos empresários do Polo são de 2,28% para operações de débito e de 3,14% no crédito. “A partir da negociação, a expectativa é conseguirmos reduzir os percentuais cobrados para 70% dos participantes do projeto”, sinaliza Martinenco. Em dezembro, será realizada uma pesquisa para averiguar as novas taxas negociadas.

A ação realizada na Serra Gaúcha se inspirou nos resultados obtidos no início deste ano pelo Polo Gastronômico de Porto Alegre e Região Metropolitana, que beneficiou 30% dos participantes com taxas menores de administração de cartões. O próximo grupo a realizar esta ação é o que reúne restaurante e bares de Santa Maria e região, onde já está sendo feito um levantamento para apurar volume de vendas e valores cobrados. “Quando as empresas pensam e atuam de forma coletiva podem conseguir melhores propostas e condições de mercado mais atrativas”, observa o coordenador.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

17 de Julho de 2018

Estande Coletivo do RS vende quase R$ 2,5 milhões na estreia da Francal

SAIBA MAIS

 

17 de Julho de 2018

O primeiro emprego é nas MPEs

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 16/07/2018 18:12

Empretec é lançado com um workshop em Rio Grande

Sebrae RS Podcast 13/07/2018 14:05

Série sobre Gestão - Plano de Negócios

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: