Loading SEBRAE

Mais buscados: mei Sei credito CONSULTORIA boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Notícias

Qual o melhor momento para buscar crédito?

O Sebrae RS disponibiliza conteúdos que ajudam a decidir quando um financiamento pode ser importante

atualizado em: 21/09/20

Da Redação

COMPARTILHE

Ao longo de toda a pandemia a necessidade de capital de giro sempre esteve entre as maiores necessidades dos empreendedores de acordo com a Pesquisa de Monitoramento dos Pequenos Negócios na Crise, realizada pelo Sebrae RS, representando 59% das empresas gaúchas. Para manter o negócio ativo, 48% dos empreendedores buscaram alguma linha de crédito desde o início da crise.

Prestes a completar seis meses fechado, o Centro Infantil Ser Criança, que fica no bairro Petrópolis, atendia cerca de cem alunos, de zero a seis anos, antes da pandemia. O prejuízo chega a uma redução de quase 70% do faturamento. Situação que fez a sócia-diretora da escola, Susana Fogliatto, recorrer a uma linha de financiamento de R$ 20 mil para manter ativo o capital de giro e arcar com as despesas mais urgentes. Os recursos do primeiro empréstimo esgotaram e ela foi atrás do Pronampe, onde conseguiu a liberação de R$ 100 mil. O valor ajudou a manter as contas em dia e serve como base para projetar o futuro.

Qual o melhor momento para buscar crédito? 1

“Esse empréstimo me ajudou a dormir tranquila. Não me via sobrevivendo até o fim do ano se não tivesse conseguido uma linha de crédito. Tenho contas desde impostos, fundo de garantia de funcionários, entre outras, e para conseguir manter o desconto para os alunos, estou usando os recursos do financiamento”, relata a empresária.

Nem todos os  empresários tiveram sucesso como a Susana. Para ajudar os empreendedores a decidir o melhor momento de recorrer a uma linha de crédito e como proceder, o Sebrae RS preparou página especial com algumas dicas para que o empresário tenha sucesso na obtenção de crédito sem se complicar, com dicas de como recorrer aos auxílios do Governo, renegociação de dívidas e e-books. Basta acessar gratuitamente https://sebraers.com.br/dicascredito e conferir o conteúdo.

“Um primeiro passo para a obtenção de empréstimos é ter clareza sobre os valores que serão necessários, sendo importante o empreendedor projetar o seu fluxo de caixa e analisar a sua necessidade de recursos. Depois, o empresário deve verificar se a empresa ou os sócios estão com alguma restrição cadastral. Esse fator é um dos principais entraves na busca pelo financiamento. Por fim, identifique quais garantias poderão ser dadas no financiamento. Bens e avalistas são as garantias mais solicitadas. Caso o empresário não tenha essas garantias, fundos garantidores e sociedades garantidoras de crédito podem ser alternativas.”, destaca o coordenador do núcleo de acesso a serviços financeiros do Sebrae RS, Augusto Martinenco.

Qual o melhor momento para buscar crédito? 2

Pronampe

O alento aos empreendedores que precisam de recursos surge com as medidas, especialmente do governo federal, que facilitam o acesso ao crédito para os pequenos negócios. Uma delas, sancionada em maio deste ano, é o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (PRONAMPE), destinado a microempreendedores individuais (MEIs), micro e pequenas empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, e profissionais liberais.

O Programa teve 55,7 mil operações e liberou R$ 2,98 bilhões no RS até 16 de setembro. O Estado é o segundo em acordos assinados (São Paulo à frente) e o terceiro em volume de repasses (São Paulo e Minas Gerais à frente). Os recursos podem ser usados para realizar investimentos como adquirir máquinas e equipamentos, fazer reformas e/ou para despesas operacionais como pagar salário dos funcionários, pagamento de contas de água, luz, aluguel, compra de matérias-primas, mercadorias, entre outras. A taxa de juros é calculada da seguinte forma: taxa Selic (2% ao ano) mais 1,25% ao ano, com carência de até oito meses e prazos de até 28 meses para pagamento.

 

Confira algumas dicas na hora de decidir por um empréstimo:

  • Recalcule as parcelas da dívida, alterando datas e valores de multas para que tudo possa caber no orçamento.
  • Se o empreendedor tiver mais de uma dívida ele deve organizá-las por ordem de prioridades, tendo como base a situação geral da empresa.
  • Ao fazer o empréstimo tenha em mente duas perguntas: o valor total das parcelas vai ser menor do que a dívida atual e o valor é maior e dará para refazer seu caixa?
  • Pesquise linhas de crédito que mais atendam suas necessidades e procure as instituições financeiras certas, pois elas possuem taxas diferenciadas.

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

22 de Junho de 2021

Projeto promove o mapeamento do ecossistema local de inovação de Santa Cruz do Sul

SAIBA MAIS

 

18 de Junho de 2021

Nem a crise segura o JK

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 07/06/2021 14:15

Sebrae RS lança novo podcast nas plataformas digitais

Sebrae RS Podcast 31/05/2021 11:15

Integrante do Conexão Pelotas, empreendedor se reinventa e cria novo espaço gastronômico

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: