Loading SEBRAE

Mais buscados: MEI crédito SEI boas praticas Consultoria

Loading SEBRAE

Notícias

Notícias

Sebrae lança Programa “Juntos, a Gente Supera” para o Rio Grande do Sul

Pacote de medidas prevê investimentos na ordem de R$ 102 milhões em ações no Programa de Recuperação Emergencial para o estado

atualizado em: 06/06/24

Da Redação

COMPARTILHE

O plano “Juntos, a Gente Supera” será implementado em 90 dias com o objetivo de garantir a sobrevivência dos pequenos negócios no Rio Grande do Sul. Estima-se que pelo menos 600 mil microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas tenham sido atingidos com as enchentes que assolam o estado há pelo menos 27 dias. O plano de trabalho foi apresentado, hoje (5), pela diretoria do Sebrae no Rio Grande do Sul para o presidente do Sebrae, Décio Lima, e para o diretor-técnico do Sebrae, Bruno Quick.

O plano de ação tem como fundamento o diagnóstico da situação e o entendimento das necessidades da região. A partir deste levantamento, todo o trabalho será executado em três frentes: sobrevivência, com foco no mercado e na gestão do negócio; operacionalização, com a reconstrução do acesso a serviços financeiros; e no desenvolvimento da governança dos territórios. “O Juntos, a Gente Supera busca a reconstrução do estado, por meio do Sebraetec Supera, com assessoria de negócios, consultorias e atendimento especializado no acesso a crédito”, explicou o diretor-técnico e superintendente interino do Sebrae no Rio Grande do Sul, Ariel Berti.

O presidente do Sebrae, Décio Lima, explicou que no primeiro momento os esforços foram humanitários, de apoio as famílias gaúchas.

Como prefeito por oito anos de Blumenau (SC) pude viver situações desta natureza, agora, precisamos ser rápidos na recuperação dos pequenos negócios, pois eles são os grandes geradores de emprego e renda. O planejamento dos empreendedores ficou completamente destruído pela situação dramática que essas empresas estão vivendo.

Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional

Décio Lima lembrou ainda que o Sebrae vai trabalhar em várias medidas, incluindo o Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe) da instituição. “No Rio Grande do Sul, o Fampe terá cobertura de 100%. Para isso, precisamos trabalhar junto às cooperativas de crédito e às instituições financeiras do estado para que o crédito chegue aos empreendedores. O plano de emergência é do RS, apoiado pelo Sebrae Nacional”, ressaltou. O pacote de medidas prevê investimentos na ordem de R$ 102 milhões em ações no Programa de Recuperação Emergencial para o estado.

No âmbito dos territórios, os programas Líder e Cidade Empreendedora, do Sebrae, serão estratégicos.

Todo o aprendizado do Rio Grande do Sul será útil, pois teremos que atuar por meio dessas duas frentes para garantir a reconstrução das cidades. Com isso, estruturar uma metodologia para construção de um plano para retomada do desenvolvimento econômico com foco nas micro e pequenas empresas. Estamos sendo desafiados para uma nova lógica, o aprendizado nos leva a repensar o método e sermos mais ágeis.

Bruno Quick, diretor-técnico do Sebrae Nacional
A diretora de administração e finanças do Sebrae no Rio Grande do Sul, Eliana Lélia da Silva, lembrou que o programa inclui também apoiar os colaboradores do Sebrae local que foram atingidos. “Cerca de 26 colaboradores foram atingidos, desta forma, entre apoio psicológico e ajuda de custo, estamos destinando um fundo emergencial de R$ 1 milhão para apoiar aos colaboradores afetados”, afirmou.

Participaram da reunião também os chefes de gabinete da Presidência, Rodrigo Soares; e da diretoria Técnica, Alessandro Machado, além dos gerentes do Sebrae no RS da Competitividade Setorial, Fábio Krieger; e André Campos, da Gestão Estratégica.

Juntos, a Gente Supera

O programa Juntos, a Gente Supera tem o objetivo de retomar os negócios no Rio Grande do Sul por meio de uma matriz de atuação. A sobrevivência das empresas, a manutenção dos empregos e o faturamento serão os principais indicadores do programa. Conheça as principais ações:

Sebraetec Supera: consultoria para avaliação do espaço físico e elaboração do plano de ação para reabertura do negócio. Serão destinados até R$ 15 mil para os pequenos negócios custearem os reparos, serviços e aquisições necessárias para voltar a funcionar. A meta é atender até 11,5 mil pequenos negócios. Mais informações: https://conhecimento.sebraers.com.br/lp/consultoria-sebraetec-supera/
Linha de apoio: até o limite de R$ 3 mil para MEI, R$ 10 mil para microempresa e R$ 15 mil para pequena empresa.
Assessoria de Negócio: atender até 5 mil clientes com assessoramento às empresas, elaboração de planos de ação personalizados com foco na recuperação econômica. Com os indicadores de sobrevivência do negócio, manutenção de empregos e faturamento.
Consultorias subsidiadas: em até 100% para a Recuperação dos Negócios, com meta de 4 mil atendimentos.

CRÉDITOS: Divulgação/ Governo do Estado do Rio Grande do Sul

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Junho de 2024

30% dos micro e pequenos negócios gaúchos levarão de quatro a seis meses para voltarem a normalidade

SAIBA MAIS

 

20 de Junho de 2024

Mais de 36% das MPEs ainda estão fora de operação no RS

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 27/02/2024 16:18

Plano de Voo, do Sebrae RS, traz as principais tendências da NRF para o varejo

Sebrae RS Podcast 29/01/2024 10:00

Dicas de finanças para empresas é tema do podcast do Sebrae RS

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: