Loading SEBRAE

Mais buscados: MEi SEI credito CONSULTORIA boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Notícias

ZeoFertil e Iris Lab são destaques na fase de validação do Go.Global X

Doze empresas passaram para a fase de tração, a próxima etapa do programa

atualizado em: 06/07/21

Da Redação

COMPARTILHE

“O Go.Global X foi o pontapé inicial para a internacionalização da ZeoFertil. A partir do programa, pudemos nos conectar com países como Canadá, Suíça, Suécia e França. Também aprimoramos nosso modelo de negócio e realizamos validações com clientes”, afirma Helena Schneider, uma das criadoras da empresa”. O Go.Global X tem sido uma experiência incrível para o nosso desenvolvimento pessoal e profissional”, complementa. Um dos destaques da fase da validação do programa Go.Global X, a ZeoFertil visa produzir fertilizantes inteligentes a partir de resíduos industriais vindos de termelétricas, beneficiadoras de arroz e mineradoras.

A startup estimula a economia circular e os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU. A empresa é formada por Camila Flores e Helena Schneider, duas mulheres empreendedoras e engenheiras químicas. Atualmente, a ZeoFertil é também membro do Artemis Project, organização social fundada por mulheres empresárias na cadeia de fornecimento de mineração, e recentemente foi selecionada para o programa AIT, que visa auxiliar pesquisadores-empresários do Brasil e da Suíça no desenvolvimento de projetos e estudos sobre o mercado e a indústria.

A outra empresa selecionada foi a Iris Lab, startup que ensina as crianças a usarem as telas e a navegarem no mundo digital de uma forma saudável e consciente. Através do aplicativo, o personagem Apolo ensina as crianças sobre tempo de uso de tela, senso crítico digital e riscos do mundo online. “Desde que iniciamos a aceleração da Go.Globalx, vimos que o processo de internacionalização passa por desafios decorrentes das diferentes culturas dos mercados e isso é totalmente refletido na solução e proposta da startup”, observa o cofundador e CTO Rodrigo Carramate. “Já tivemos contato com diferentes programas, hubs e acelerações de outros países e estamos nos preparando para entender e atuar em mercados que não imaginávamos antes da Go Global. Toda a equipe e as conexões geradas nos estimularam a olhar para a regionalização e potencial de diferentes mercados que podem ter relação com nossa proposta e isso tem sido muito enriquecedor”, acrescenta.

O Go.GlobaX é resultado da parceria do Sebrae RS, da Unicred e das três Universidades que compõem a Aliança para Inovação: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), através de seus Parques Tecnológicos. Doze projetos encontram-se agora na fase de tração e a próxima é a de escala.

 

O Gestor de Projetos de Inovação do Sebrae RS, Gustavo Moreira, informa que durante o programa, as equipes têm acesso a mentorias com profissionais vinculados aos parceiros dos ecossistemas de inovação e convidados, tanto do Brasil como do exterior. As equipes também poderão utilizar espaços e serviços disponibilizados pelos parceiros do programa para auxílio no desenvolvimento dos seus projetos. “O programa busca transformar conhecimento científico em negócios ao mesmo tempo em que cria oportunidades para aumentar a taxa de sucesso desses negócios por meio da aproximação com ecossistemas de referência”, afirma.

 

“Empreendedor em negócios inovadores significa atuar em um ambiente onde a incerteza faz parte da trajetória. Mas isso não significa conviver e carregar a incerteza. A medida que o modelo de negócio avança, validar etapas e módulos é fundamental e extremamente estratégico para guiar o negócio no real caminho da oportunidade,” destaca a gestora de operações e empreendedorismo do Tecnopuc, Flavia Fiorin. Para a diretora de Inovação da Unisinos e CEO do Parque Tecnológico São Leopoldo – Tecnosinos, Susana Kakuta, foi possível observar no segundo ciclo do Programa Go.GlobalX que é viável acelerar empreendimentos inovadores com potencial de escala global. “O Rio Grande do Sul possui um ambiente único de conhecimento acumulado em nossas instituições. A partir dessas expertises, estamos contribuindo para fomentar o empreendedorismo de inovação, capaz de aproximar startups com ecossistemas que são referência em todo o mundo, além de prepará-las para a jornada de serem empresas globais num futuro breve”.

 

A diretora do parque Zenit, Roberta Bussamara, considera que o Go.Globalx é um programa que nasceu da ideia de não apenas fomentar o ecossistema de inovação, mas também de desenvolver soluções intensivas em conhecimento para atender a demandas globais. “Estamos trazendo ferramentas e insights aos empreendedores, para que eles possam encarar o mercado de forma sustentável, escalável e com benefícios para todos os envolvidos, desde parceiros de negócios até os consumidores e a sociedade em geral,” ressalta.

 

A Ideality, empresa focada em certificação internacional de empreendedorismo, é parceira do Programa Go.Global X no Canadá. As startups participam de workshops, mentoria especializada, e criam conexões com o ecossistema de inovação que mais cresce no mundo, o corredor Toronto-Waterloo. Chats com brasileiros fundadores de startups de sucesso e avaliações com banca de jurados especialistas também fazem parte da agenda. “Conseguimos proporcionar a conexão com investidores e a participação em um “Pitch Competition” internacional buscando acelerar empresas com “global mindset”. Estamos muito felizes em contribuir com a inovação no sul do Brasil e gerar oportunidades reais de negócios internacionais para startups brasileiras”, salienta o fundador do Ideality Group Luis Barrionuevo.

 

“Criar um ambiente favorável para uma competição colaborativa e gerar exposição internacional do ambiente de inovação, sem dúvida alguma, é o caminho certo para atrair novos investimentos públicos, e muito mais investimentos privados dos “quatro cantos do mundo”.  Esta abordagem traz uma nova perspectiva de atração de talentos e geração de negócios globais. Naturalmente, os investimentos em startups que se desenvolverem em um ambiente como este passam a ser interessantes para qualquer tipo de investidor local e principalmente estrangeiro”, observa Barrionuevo.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

30 de Julho de 2021

Sebrae RS valoriza potencial de professores através do Programa Cidade Empreendedora

SAIBA MAIS

 

30 de Julho de 2021

Canela inicia agosto com cronograma para qualificação de servidores

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 02/07/2021 17:14

Projeto Comprador aproxima fornecedores e grandes players da indústria na Mercopar 2021

Sebrae RS Podcast 07/06/2021 14:15

Sebrae RS lança novo podcast nas plataformas digitais

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em:

Nosso sistema de envio de senhas por e-mail está em manutenção, mas você pode usar o Chatbot, que fica localizado no canto direito da página, para fazer uma senha temporária