Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI mei Credito Consultoria Boas praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Criadores de gado de corte são certificados pelo BPA

04/06/13

Da Redação

COMPARTILHE

Programa Boas Práticas Agropecuárias atestou sete propriedades da região dos Campos de Cima da Serra

Da Redação

Vacaria – Sete propriedades criadoras de gado de corte nos Campos de Cima da Serra foram as primeiras da região Sul do País a receber atestados de adequação ao programa de Boas Práticas Agropecuárias (BPA), desenvolvido no Estado pela Embrapa, em parceria com a Emater, Senar, Federacite, Ufrgs e SEBRAE/RS. A Aproccima (Associação dos Produtores Rurais dos Campos de Cima da Serra) também integra a ação que teve início em 2009.

Os empreendimentos rurais certificados participam do projeto Desenvolver a Bovinocultura de Corte na Serra Gaúcha, realizado por meio do Programa Juntos para Competir, parceria do SEBRAE/RS, Farsul e Senar. O projeto capacita as empresas rurais com foco em melhoria das ferramentas de gestão, capacitação técnica e comercialização de seus produtos. As propriedades que receberam os certificados, válidos por 2 anos, possuem diferentes especialidades (carne, genética, confinamento). São elas: Fazenda Clarice, Cabanha Santa Lucia, Cabanha do Capão Alto, Cabanha Sobradinho, Fazenda Três Pinheiros, Fazenda Pedras Brancas e Fazenda Vista Alegre, localizadas nos municípios de Vacaria, André da Rocha, Campestre da Serra e Bom Jesus.

As Boas Práticas Agropecuárias consistem em um conjunto de normas e procedimentos a serem observados para tornar os sistemas de produção mais eficientes e sustentáveis. Envolvem 11 pontos de controle e 129 itens que fazem parte de uma lista de verificação, compreendendo requisitos de gestão, sanidade, ambientais e trabalhistas, entre outros.

A partir de um diagnóstico realizado nas propriedades para identificar as melhorias necessárias, os produtores contaram com assistência técnica, capacitações e a incorporação de procedimentos e tecnologias em BPA para a adequação dos sistemas de produção. Conforme o índice de conformidade com os itens obrigatórios, recomendáveis e altamente recomendáveis, as propriedades são enquadradas nas categorias Bronze, Prata ou Ouro.

Para o presidente do SEBRAE/RS, Vitor Augusto Koch, esta ação é muito importante, pois “a incorporação das BPA à rotina das propriedades traz ganhos fundamentais, sendo um passo decisivo para a certificação e a formação de alianças mercadológicas”.

O presidente da Aproccima, Carlos Simm, ressalta que as cadeias produtivas precisam estar organizadas e ter todos os elos fortes, por isso a associação está exigindo as boas práticas dos frigoríficos e levando o Programa de Alimento Seguro para o varejo. “A carne com qualidade chega ao consumidor porque cada um fez a sua parte”, salienta. Ele lembra que a implantação das BPAs não foi fácil, foram muitos os desafios, “mas hoje estamos colhendo o que plantamos, estamos evoluindo e fazendo a diferença e não vamos parar por aqui”.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Julho de 2018

O “Uber” das diaristas

SAIBA MAIS

 

20 de Julho de 2018

Gaúchos vendem mais de R$ 8 milhões na Francal

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 18/07/2018 09:58

Sebrae realiza seminário sobre Junta Digital em Lagoa Vermelha

Sebrae RS Podcast 17/07/2018 18:29

Sebrae em Pelotas promove a Sessão de Crédito para micro e pequenas empresas

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: