Loading SEBRAE

Mais buscados: mEI SEI credito consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Economia Digital

Mercado Conectado

A revolução digital no varejo

atualizado em: 22/08/18
Debora Chagas

Debora Chagas

Coordenadora Estadual da Startups e Economia Digital do SEBRAE RS

COMPARTILHE
Mais do que investir em novas tecnologias, a empresa deve entender a nova cultura digital do mercado e expandir os modelos de negócios, serviços e inovação

Clique no play acima para ouvir o conteúdo!

O brasileiro passa mais tempo na internet do que em qualquer outra plataforma de mídia, e, portanto, as formas de ofertas produtos e serviços aos usuários mudaram. Não basta mais investir apenas em propagandas tradicionais. O empresário, independente do tamanho do seu negócio, deve ficar ligado aos novos hábitos dos consumidores. Em um universo conectado, é vital traçar uma estratégia de comunicação que te diferencie dos concorrentes. Mais do que investir em novas tecnologias, a empresa deve entender a nova cultura digital do mercado e expandir os modelos de negócios, serviços e criação de novos produtos.

Alcançar o sucesso para surfar na nova onda da transformação digital requer uma diretriz estratégica, que esteja alinhada com o modelo de gestão. Todo o processo precisa ser desenvolvido com o pensamento no comportamento do consumidor, garantindo que o produto ou serviço gere mais valor a ele. A adaptação da empresa na transformação digital é uma jornada que deve estar sempre em processo de aperfeiçoamento. Investimento em tecnologia e estrutura é fator determinante para oferecer ao cliente uma boa experiência de compra virtual. A empresa deve se concentrar em acompanhar o estoque em tempo real e em diferentes canais, além de monitorar o comportamento de compra dos seus clientes, para aumentar a possibilidade de conversão do canal digital.

A revolução digital no varejo

Oportunidade de aprendizado

Uma grande oportunidade de aprendizado com relação à atual revolução digital é o Big Show, que anualmente reúne o varejo mundial em Nova York. Promovido pela National Retail Federation (NRF), o evento tem duração de três dias com intensos debates e apresentações dos principais atuantes do segmento, apresentando as principais inovações tecnológicas e estratégicas do mercado.

No evento de 2018, a varejista americana Amazon foi fonte de inspiração para as demais empresas atuantes no setor. A gigante é lembrada por mais de 50% dos americanos quando o assunto é compras online. A Amazon seguiu um roteiro para chegar ao topo do segmento: trabalhou as operações on e off-line de forma unida e inteligente, organizou dados do histórico de compra dos clientes e identificou comportamento do consumidor, o que possibilita que a empresa desenvolva soluções personalizadas para os compradores.

Dentro desse espírito há também alguns aspectos importantes a serem considerados para quem empreende no setor varejista e pretende expandir o mercado para as plataformas digitais:

Omnichannel

A convergência de todos os canais utilizados pela empresa. O conceito permite que o consumidor use todos os canais simultaneamente, assegurando que a experiência na loja física seja complementada pelo atendimento digital.

Inteligência Artificial

Com o uso da IA (ou AI na sigla em inglês) é possível detectar o momento de decisão do cliente e disponibilizar uma oferta personalizada, por exemplo. A automatização de uma série de tarefas através do conceito de Machine Learning tem ganhado destaque na agenda de mudanças do varejo. O Machine Learning trabalha com algoritmos que analisam os dados do sistema em tempo real e gera soluções e tomadas de decisões de maneira ágil e eficiente.

TI no centro do negócio

Operações de varejo sem tecnologia já não são mais possíveis. Investir em TI é identificar as diretrizes do negócio e direcionar o plano de ação para a entrega da melhor solução e do melhor produto ao cliente. A tecnologia diminui os riscos associados aos processos de produção e é uma grande aliada na organização e padronização das experiências.

As startups

Elas se fundamentam no artifício de solucionar o problema de um número elevado de pessoas. Com o advento da tecnologia, as necessidades e demandas pessoais cresceram e, consequentemente, novas soluções surgiram.

 

Veja também:

Palestra Online – Tendências do Varejo Mundial

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

22 de Junho de 2021

Projeto promove o mapeamento do ecossistema local de inovação de Santa Cruz do Sul

SAIBA MAIS

 

18 de Junho de 2021

Nem a crise segura o JK

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 07/06/2021 14:15

Sebrae RS lança novo podcast nas plataformas digitais

Sebrae RS Podcast 31/05/2021 11:15

Integrante do Conexão Pelotas, empreendedor se reinventa e cria novo espaço gastronômico

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: