Loading SEBRAE

Mais buscados: sei MEI crédito CONSULTORIA boas praticas

Loading SEBRAE

Grãos em Sistema Integrado

Tecnologia

Integração lavoura-pecuária, uma solução inteligente!

03/07/18
Pedro Brites Pascotini

Pedro Brites Pascotini

Coordenador Estadual de Olivicultura e Grãos e sistemas integrados do SEBRAE RS

COMPARTILHE
Uma das grandes vantagens dos Sipa é a exploração econômica das áreas agrícolas durante os 12 meses do ano

Já estamos cansados de ouvir em palestras técnicas e eventos comerciais sobre as prospecções do crescimento populacional e da demanda por alimentos para 2050, não é mesmo? Quando são levantados esses dados, o próximo passo sempre mostra o potencial de o Brasil ser o maior produtor de alimentos do mundo, mas, afinal, como o agronegócio brasileiro está se preparando para isso?

Pode-se dizer, sem dúvida nenhuma, que a tecnologia já é, e vai continuar sendo, a maior aliada para alcançarmos essa posição de destaque em nível mundial. Nas últimas décadas houve uma grande evolução no desenvolvimento tecnológico de máquinas, implementos, genética, produtos fitossanitários, tecnologia de aplicação e recentemente uma revolução com as startups do agronegócio. Mas não podemos esquecer que tecnologia não é somente meios e instrumentos, mas também envolve os processos, técnicas e métodos, e é sobre isso que vamos falar, especificamente do processo produtivo de integração lavoura-pecuária (ILP) ou Sistemas Integrados de Produção Agropecuária (Sipa).

Esses sistemas vêm ganhando força nos últimos anos. Um estudo recente, encomendado pela Rede de Fomento ILPF e realizado pelo Kleffman Group na safra 2015/2016, apontou um crescimento espantoso na área explorada com Sipa, com um aumento de 613% em dez anos, estimando que o Brasil soma atualmente 11.468.124 hectares explorados nesses sistemas. Os Estados com áreas mais expressivas são Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rio Grande do Sul, cabendo ao RS o maior percentual de áreas agrícolas com integração lavoura-pecuária, 20%.

 

Um choque de inovação

Mas quais são os benefícios dessa tecnologia? O maior deles é a sinergia entre a lavoura de grãos e a pecuária. Isso ocorre quando o resultado (seja ele econômico ou produtivo) do sistema integrado de lavoura-pecuária é maior que a soma dos resultados das duas atividades exploradas separadamente. Em resumo, como diz o Prof. Dr. Paulo Carvalho, um dos maiores pesquisadores do tema, ILP é “quando 1 + 1 = 3”. Dessa forma, a lavoura proporciona à pastagem a vantagem de um retorno econômico mais rápido, auxiliando a produção de forragens nas épocas mais críticas, fornecendo nutrientes e recuperando a produtividade. Já a pecuária sobre pastagens bem manejadas contribui para a agricultura de diversas formas.

A inserção do animal em pastagens bem adubadas, com manejo adequado de pastejo, uma lavoura em sucessão que utiliza bom manejo de solo e seguindo os preceitos do sistema de plantio direto resultam na ativação de um ciclo de reestruturação do solo em níveis químicos, físicos e biológicos. Essa reestruturação do solo gera ganhos produtivos, econômicos e também maior eficiência no uso de insumos. Além disso, também produz ganhos ambientais como a incorporação de carbono no solo, mitigação de gases de efeito estufa, redução de perda de solo e da lixiviação de nitritos e nitratos, entre outros.

Outra grande vantagem dos Sipa é a exploração econômica das áreas agrícolas durante os 12 meses do ano (intensificação). Ou seja, além de ser um mitigador de danos ambientais, produz todo o ano? A resposta é sim. Com rotação das culturas agrícolas e exploração animal, a área pode ser explorada durante todo o ano, gerando mais renda ao produtor, mas também produzindo mais na mesma área, já uma resposta do agronegócio do Brasil para a demanda futura de alimentos.

Podemos ver os avanços tecnológicos do agronegócio ainda com dados do estudo encomendado pela Rede de Fomento ILPF. Atualmente, a produção de grãos o Brasil ocupa cerca de 58 milhões de hectares. Se mantivesse as tecnologias disponíveis em 1960, teria de ocupar mais 209 milhões de hectares e chegaria assim a um total de 267 milhões de hectares para a agricultura. Já na pecuária, atualmente o Brasil ocupa 169 milhões de hectares, e se mantivesse a mesma tecnologia de 1960, teria que destinar mais 275,7 milhões de hectares de áreas para pastagem, ou seja, chegaria a 444,7 milhões de hectares ocupados. Por meio desses dados, podemos observar como a tecnologia é importante, pois somando as duas explorações chegaríamos a 725 milhões de hectares explorados, ou seja, valor nada sustentável, já que o Brasil tem uma área total de aproximadamente 851 milhões de hectares. Fica a pergunta: será que ainda teríamos a Amazônia? Isso mostra a importância da tecnologia para o agronegócio e para preservação ambiental.

Agora voltamos a falar dos Sipa, usamos mais uma vez os dados do estudo, se considerarmos a intensificação do uso do solo e a eficiência produtiva promovida por esses sistemas, a área necessária para produção pecuária seria de 28,35 milhões de hectares, e a de grãos, de apenas 9,45 milhões de hectares, o que totalizaria 37,8 milhões de hectares. Comparando com os 227 milhões de hectares explorados com pecuária e grãos de hoje, estaríamos utilizando uma área 83% menor, tamanha a eficiência e intensificação do sistema.

Tudo isso comprova que os Sipa, ou coloquialmente a ILP, são uma solução inteligente para produzir alimentos, pois agregam ganhos econômicos, produtivos, são comprovadamente mitigadores dos gases de efeito estufa e ainda fazem uso racional e sustentável das áreas utilizadas na agropecuária.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Veja Mais

Grãos em Sistema Integrado

Exemplos de Sucesso

Integrar culturas para agregar valor

Grãos em Sistema Integrado

Tecnologia

Ferramenta útil e gratuita para calagem e adubação

Notícias

19 de Julho de 2018

O que a NRA Show ensinou aos empresários

SAIBA MAIS

 

19 de Julho de 2018

Resultados de 2017 superados no 3º dia da Francal

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 18/07/2018 09:58

Sebrae realiza seminário sobre Junta Digital em Lagoa Vermelha

Sebrae RS Podcast 17/07/2018 18:29

Sebrae em Pelotas promove a Sessão de Crédito para micro e pequenas empresas

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: