Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei credito Mei Consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Casos de Sucesso

Empresa gaúcha lança simulador virtual para reduzir acidentes de trabalho

19/01/17
SEBRAE RS

SEBRAE RS

Redação

COMPARTILHE

Nexo comemora resultados obtidos em programa do SEBRAE RS e projeta crescimento para os próximos anos

Em três edições, o projeto Inova Pequena Empresa, iniciativa do SEBRAE RS, auxiliou empresas de diversos segmentos a desenvolver produtos e processos inovadores. Uma delas é a Nexo, de Porto Alegre, selecionada no edital de 2014. O Simulador Imersivo Mobile 3D baseado em smartphones, que permite treinamento em um ambiente simulado, identificando e minimizando riscos, foi desenvolvido durante os 15 meses de atividades e já está sendo comercializado.

O Programa Inova Pequena Empresa contribuiu com empresas das áreas de Petróleo e Gás, Energias Alternativas, Tecnologia da Informação e Comunicação, Metalmecânico, Agronegócio, Meio Ambiente e Saúde, entre outras, destinando recursos financeiros entre R$ 50 mil e R$ 100 mil para projetos de inovação. Esse apoio financeiro não reembolsável (subvenção econômica) contemplava desde a fase de pesquisa até o protótipo, incluindo a comercialização de um lote experimental. De acordo com o gestor do projeto pelo SEBRAE RS, Gustavo Schneck Moreira, “a Nexo foi selecionada com algumas ideias em andamento, mas a maior parte do trabalho foi desenvolvida durante as atividades do Inova”, disse.

Criada em 2002 com foco em capacitação digital, a Nexo ampliou a plataforma de atuação, passando a trabalhar com simuladores de realidade virtual em 2011. O sócio fundador, Frederico Faria, conta que “a ideia de trabalhar com essa tecnologia foi aprimorada após uma viagem pelos Estados Unidos, em 2013, com a implantação dos óculos e o desenvolvimento de um aplicativo para smartphone”, conta.

realidade-aumentada

A empresa interessada no serviço deve baixar o aplicativo, disponível para o sistema operacional Android, fazer o cadastro e selecionar o treinamento. Basta acoplar o aparelho nos óculos 3D e ter acesso ao ambiente simulado de uma fábrica, por exemplo, para identificar possíveis riscos e reduzir ao máximo qualquer tipo de acidente. Faria explica que, ao ingressar no Inova, o projeto já existia, mas que foi desenvolvido durante os 15 meses de consultoria. “Foi muito importante participar dessa iniciativa, inclusive porque o edital facilita todo o processo, desde o desenvolvimento até a prestação de contas”, afirma.

O produto foi testado no mercado no primeiro semestre desse ano e já está sendo comercializado. Segundo o diretor, para os próximos três anos, “a projeção de faturamento gira em torno de R$ 3 e 5 milhões”, revela, ressaltando que uma das áreas que está sendo mais beneficiada é a da saúde, tanto na reabilitação de pacientes quanto na capacitação de equipes. “Nosso projeto vai atender um dos maiores hospitais da América Latina”, comemora.

Sobre o Inova Pequena Empresa

O edital 2014 destinou um aporte de R$ 4 milhões para projetos de inovação. Foram contempladas 42 empresas, que receberam investimento mínimo de R$ 20 mil e máximo de R$ 100 mil para desenvolvimento de projeto e protótipo.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

22 de Maio de 2018

Startup RS Agrotech tem inscrições até 27 de maio

SAIBA MAIS

 

22 de Maio de 2018

Referenciais em sabores e serviços: os restaurantes que encantam

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 21/05/2018 16:40

Santa Cruz do Sul terá Sessão de Crédito e Negócios

Sebrae RS Podcast 15/05/2018 14:32

Sessão de Crédito ensina sobre financiamento em Caxias do Sul

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: