Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI mei CREDITO CONSULTORIA boas praticas

Loading SEBRAE

Vitivinicultura

Mercado

RS responde por 90% das uvas para processamento no Brasil

02/05/18
Andre Bordignon

Andre Bordignon

Gerência Setorial do Agronegócio

COMPARTILHE
O suco 100% pronto para beber apresenta um crescimento médio anual de 25,2% desde 2012; em 2017, registrou alta de 15,91% frente ao ano anterior

O Rio Grande do Sul responde por 90% das uvas utilizadas para processamento no Brasil, sendo que a vitivinultura é dominada pelos micro e pequenos empreendimentos, que representam 90% das empresas do segmento tanto na elaboração de vinhos quanto na de sucos. Único Estado que possui o Cadastro Vitícola e Vinícola, que monitora a produção de uva e de vinho e a comercialização dos derivados da uva, o RS elabora 85% dos vinhos brasileiros e 95% dos sucos de uva, segundo informações oficiais do Governo Federal (Mapa e Conab).

Dentro desse quadro, de acordo com dados fornecidos pelo diretor técnico do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Leocir Bottega, o Cadastro demonstra que em 2017 foram colhidos 753,5 milhões de kg de uvas no RS, sendo:

  • Uvas Vitis viniferas: 77,9 milhões de kg (10,3%)
  • Uvas americanas e híbridas: 675,4 milhões de kg (89,7%)

As viníferas são utilizadas para a produção de vinhos tranquilos, enquanto as americanas e híbridas são utilizadas para vinho de mesa e sucos.

Quanto ao destino das uvas para processamento:

  • Vinhos e derivados: 50,9%
  • Sucos e derivados: 49,1%

Com relação à produção:

  • Vinhos e derivados: 304.015.235 de litros
  • Sucos e derivados: 181.428.557 de litros

O grande movimento do setor está ligado à produção de suco. De acordo com Bottega, na última década se observou uma forte migração da utilização das uvas de mesa para a elaboração desse produto, impulsionada pela demanda crescente, em especial o suco 100% pronto para beber, que apresenta um crescimento médio anual de 25,2% desde 2012. Em 2017, a categoria registrou alta de 15,91% frente ao ano anterior. Para ele, isso se deve à preferência do sabor uva pelo consumidor brasileiro, à busca por produtos com apelo à saúde e também em parte devido à baixa concorrência com produtos importados.

Mas não só: no caso dos vinhos finos, também se observou a implantação de novos parreirais orientados por variedades de maior apelo comercial e a destinação de uvas brancas e até de algumas tintas para a elaboração de espumantes em vez de vinhos tranquilos, em função do reconhecimento da qualidade e da maior competitividade do produto brasileiro nessa categoria.

Outro ponto de destaque está nos espumantes brasileiros, que também tradicionalmente apresentam bom desempenho comercial em função do reconhecimento da qualidade do produto e da relação custo-benefício na concorrência com os importados. No ano passado, a categoria cresceu 3,22%, mas o segmento de espumantes moscatéis, de paladar adocicado, ampliou as vendas em 22,75%. Na análise de Bottega, esse produto é considerado a porta de entrada do mundo do vinho, por ser “fácil” de beber e de seu custo mais acessível.

A partir desses resultados positivos, o Ibravin vem trabalhando para tornar a vitivinicultura brasileira cada vez mais competitiva, buscando colocar em prática o Programa de Modernização da Vitivinicultura (Modervitis), que possibilitará maior acesso à tecnologia; apoiando o fomento à Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater); e promovendo o Programa Alimentos Seguros (PAS) – Uva Para Processamento.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

15 de Agosto de 2018

Prós e contras do Simples Nacional para serviços da saúde

SAIBA MAIS

 

13 de Agosto de 2018

Produtores de orgânicos do RS prospectam mercado em Brasília

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 10/08/2018 16:33

Sebrae leva opções de crédito a Soledade, Ibirubá e Passo Fundo

Sebrae RS Podcast 09/08/2018 17:07

Pais empreendedores contam suas experiências

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: