Loading SEBRAE

Mais buscados: mEI SEI credito Consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Alimentos e Bebidas

Legislação

Atenção às questões tributárias para a indústria

atualizado em: 12/07/18
Roger Scherer Klafke

Roger Scherer Klafke

Coordenador Estadual de Alimento e Bebidas do SEBRAE RS

COMPARTILHE
A variedade de tributos é grande e sobre cada um deles se aplica uma base de cálculo, uma alíquota e um vencimento de prazo diferente, todos definidos em lei

Clique no play acima para ouvir o conteúdo!

No Brasil, o conjunto de legislação tributária é formado por normas da Constituição Federal, do Código Tributário Nacional, por outras leis complementares, leis ordinárias, resoluções do Senado e leis estaduais e municipais. Em razão da extensão de leis e dos diferentes tipos de tributação, a gestão financeira de uma empresa deve dedicar uma atenção especial ao sistema nacional de obrigações fiscais. Os tributos que o empreendedor precisa recolher para os governos federal, estaduais e municipais são diversos, dependem do tipo de atividade desempenhada e possuem diferentes prazos.

Sobre a atividade de indústrias, incluindo as do ramo de alimentos e bebidas, incidem tributos federais e estaduais. No nível federal, a tributação nas indústrias inclui o PIS (Contribuição para o Programa de Integração Social), a COFINS (Contribuição Social sobre o Faturamento das Empresas), a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido), o IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica) e o IPI (Imposto sobre Produto Industrializado). Já no nível estadual, o tributo devido por elas é o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços).

Atenção às questões tributárias para a indústria

Como se percebe, a variedade de tributos é grande, e sobre cada um deles se aplica uma base de cálculo, uma alíquota e um vencimento de prazo diferente, todos definidos em lei. Desse modo, a gestão financeira dessas indústrias deve ter o cuidado de estar bem formatada em relação às obrigações tributárias da empresa, para assim garantir o devido recolhimento na forma e prazo corretos, sob pena de cobrança de multas, juros e correção monetária. A inadimplência não leva ao cancelamento do CNPJ, mas impossibilita a realização de negócios que exigem a apresentação da Certidão Negativa de Débitos.

Ressalta-se que as micro e pequenas empresas podem optar pelo Simples Nacional, que é um regime tributário facilitado e simplificado que permite o recolhimento de todos os tributos federais, estaduais e municipais em uma única guia e que possui alíquota diferenciada conforme o faturamento da empresa, separado em faixas da receita bruta anual de até R$ 4,8 milhões.

 

Veja também: 

Vídeo Projeto Comprador, como aproveitar melhor essa oportunidade. Clique aqui

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

18 de Junho de 2021

Nem a crise segura o JK

SAIBA MAIS

 

18 de Junho de 2021

Projeto VOAR terá live de apresentação dia 21/06, às 19h19 e pode mudar a vida dos jovens

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 07/06/2021 14:15

Sebrae RS lança novo podcast nas plataformas digitais

Sebrae RS Podcast 31/05/2021 11:15

Integrante do Conexão Pelotas, empreendedor se reinventa e cria novo espaço gastronômico

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: