Loading SEBRAE

Mais buscados: sei mei CREDITO CONSULTORIA boas praticas

Loading SEBRAE

Alimentos e Bebidas

Otimização de Processos

Controle de custos e redução de desperdício em bares e restaurantes

19/06/18
Roger Scherer Klafke

Roger Scherer Klafke

Coordenador Estadual de Alimento e Bebidas do SEBRAE RS

COMPARTILHE
Para além do desperdício dos insumos, é necessário que o empreendedor fique atento a outras modalidade e ações que reduzam os custos do negócio

O desperdício de alimentos custa ao País quase R$ 15 bilhões por ano. Mas com mudança de hábitos e criatividade é possível que o empresário do segmento de bares e restaurantes possa reduzir os desperdícios e controlar os custos da empresa. Medidas simples podem contribuir para a saúde do empreendimento, como a criação de receitas que aproveitem os ingredientes que não são utilizados de forma integral em determinado prato, o planejamento da previsão de vendas, principalmente em datas sazonais, e a busca pela negociação de compras diretamente com o produtor. Estas são ações que impactam na economia do negócio e na diminuição dos desperdícios.

É ideal que o empresário utilize ferramentas de gestão que controlemos indicadores setoriais, com mensuração instantânea do estoque e diagnóstico dos pontos críticos a serem reparados. Para além do desperdício dos insumos, é necessário que o empreendedor fique atento a outras modalidades e ações que reduzam os custos do negócio. Treinar a equipe de colaboradores é o melhor mecanismo para redução de despesas com estrutura. Uso racional de energia elétrica e água é outro ponto crucial para o empresário balancear as contas no fim do mês.

Controle de custos e redução de desperdício em bares e restaurantes

A diretora executiva da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Rio Grande do Sul (Abrasel-RS), Thaís Kapp, sugere que a melhor maneira de conter os custos e diminuir os desperdícios é investir em ferramentas de gestão e treinamento de equipe. Mudanças de processos, adaptação do time, treinamento, infraestrutura e atuação de terceirizadas são alguns dos instrumentos que a empresa dispõe para fazer a gestão dos insumos de maneira correta e segura. Thaís aponta também o controle de produção e de estoque e aproveitamento integral dos alimentos em outros itens do cardápio – e até sua utilização no cardápio dos colaboradores – como medidas cabíveis e necessárias para uma gestão enxuta do negócio.

Ela também enumera alguns critérios a serem seguidos pelos empresários para uma gestão eficiente de controle de custos nos bares e restaurantes:

  • Pesquisa de mercado;
  • Diagnóstico atualizado e preciso sobre necessidades;
  • Levantamento das ofertas;
  • Controle de estoque;
  • Aproveitamento integral do recurso;
  • Monitoramento dos processos e controles.

A padronização dos processos é o fator diferencial para que o empreendedor atinja as metas estabelecidas durante o planejamento do negócio. A redução dos desperdícios de alimentos em bares e restaurantes não só aumenta a margem de lucro do empresário como também eleva a responsabilidade social da empresa e contribui para a conscientização dos funcionários e clientes quanto ao consumo consciente e cuidados com o meio ambiente.

 

Saiba Mais

E-book – Caderno de Ferramentas de Gestão

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

10 de Outubro de 2018

Empretec voltado para startups abre vagas em Santa Maria

SAIBA MAIS

 

09 de Outubro de 2018

Conhecimento sobre Marketing e Vendas

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 11/10/2018 14:12

Erechim recebe a terceira edição do Desafio de Moda

Sebrae RS Podcast 11/10/2018 14:11

Sebrae promove palestra sobre vendas em Erechim

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: