Loading SEBRAE

Mais buscados: sei MEI crédito CONSULTORIA boas praticas

Loading SEBRAE

Alimentos e Bebidas

Otimização de Processos

Controle de custos e redução de desperdício em bares e restaurantes

19/06/18
Roger Scherer Klafke

Roger Scherer Klafke

Coordenador Estadual de Alimento e Bebidas do SEBRAE RS

COMPARTILHE
Para além do desperdício dos insumos, é necessário que o empreendedor fique atento a outras modalidade e ações que reduzam os custos do negócio

O desperdício de alimentos custa ao País quase R$ 15 bilhões por ano. Mas com mudança de hábitos e criatividade é possível que o empresário do segmento de bares e restaurantes possa reduzir os desperdícios e controlar os custos da empresa. Medidas simples podem contribuir para a saúde do empreendimento, como a criação de receitas que aproveitem os ingredientes que não são utilizados de forma integral em determinado prato, o planejamento da previsão de vendas, principalmente em datas sazonais, e a busca pela negociação de compras diretamente com o produtor. Estas são ações que impactam na economia do negócio e na diminuição dos desperdícios.

É ideal que o empresário utilize ferramentas de gestão que controlemos indicadores setoriais, com mensuração instantânea do estoque e diagnóstico dos pontos críticos a serem reparados. Para além do desperdício dos insumos, é necessário que o empreendedor fique atento a outras modalidades e ações que reduzam os custos do negócio. Treinar a equipe de colaboradores é o melhor mecanismo para redução de despesas com estrutura. Uso racional de energia elétrica e água é outro ponto crucial para o empresário balancear as contas no fim do mês.

Controle de custos e redução de desperdício em bares e restaurantes

A diretora executiva da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Rio Grande do Sul (Abrasel-RS), Thaís Kapp, sugere que a melhor maneira de conter os custos e diminuir os desperdícios é investir em ferramentas de gestão e treinamento de equipe. Mudanças de processos, adaptação do time, treinamento, infraestrutura e atuação de terceirizadas são alguns dos instrumentos que a empresa dispõe para fazer a gestão dos insumos de maneira correta e segura. Thaís aponta também o controle de produção e de estoque e aproveitamento integral dos alimentos em outros itens do cardápio – e até sua utilização no cardápio dos colaboradores – como medidas cabíveis e necessárias para uma gestão enxuta do negócio.

Ela também enumera alguns critérios a serem seguidos pelos empresários para uma gestão eficiente de controle de custos nos bares e restaurantes:

  • Pesquisa de mercado;
  • Diagnóstico atualizado e preciso sobre necessidades;
  • Levantamento das ofertas;
  • Controle de estoque;
  • Aproveitamento integral do recurso;
  • Monitoramento dos processos e controles.

A padronização dos processos é o fator diferencial para que o empreendedor atinja as metas estabelecidas durante o planejamento do negócio. A redução dos desperdícios de alimentos em bares e restaurantes não só aumenta a margem de lucro do empresário como também eleva a responsabilidade social da empresa e contribui para a conscientização dos funcionários e clientes quanto ao consumo consciente e cuidados com o meio ambiente.

 

Saiba Mais

E-book – Caderno de Ferramentas de Gestão

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

19 de Julho de 2018

O que a NRA Show ensinou aos empresários

SAIBA MAIS

 

19 de Julho de 2018

Resultados de 2017 superados no 3º dia da Francal

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 18/07/2018 09:58

Sebrae realiza seminário sobre Junta Digital em Lagoa Vermelha

Sebrae RS Podcast 17/07/2018 18:29

Sebrae em Pelotas promove a Sessão de Crédito para micro e pequenas empresas

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: