Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei Mei CRÉDITO consultoria BOAS PRATICAS

Loading SEBRAE

Alimentos e Bebidas

Tendências

Quais são os seus planos para 2019?

10/01/19
Roger Scherer Klafke

Roger Scherer Klafke

Coordenador Estadual de Alimento e Bebidas do SEBRAE RS

COMPARTILHE
Os consumidores pesquisam e decidem onde realizarão as refeições utilizando seus smartphones e consultando informações sobre a experiência de outros consumidores

Os consumidores cada vez mais rapidamente mudam de comportamento. Em função do cenário econômico, de informações sobre a sua saúde e até do meio ambiente, o consumidor é influenciado por diversos fatores na hora de decidir o que comer ou beber.

A Associação Americana de Restaurantes (NRA) desenvolve anualmente a pesquisa “What’s Hot”, que busca mapear tendências no comportamento de consumo de alimentos. A partir dessas tendências apresentadas pela NRA, cruzando com informações de pesquisas realizadas por empresas especializadas em pesquisa de mercado com a Mintel e a Euromonitor, selecionamos cinco tendências, que podem ser úteis, no processo de planejamento do seu negócio. Estas tendências também serão conferidas presencialmente pelos integrantes da Missão Empresarial NRA Show Chicago 2019, organizada pelo Sebrae RS, que está com inscrições abertas até 28 de fevereiro de 2019.

1 – Smartphones

O impacto que a tecnologia trouxe para o consumo de alimentos e bebidas nunca foi tão forte. Os consumidores pesquisam e decidem onde realizarão as refeições utilizando seus smartphones e consultando informações sobre a experiência de outros consumidores nas redes sociais.

Fotos, informações detalhadas sobre os processos, produtos e preços praticados podem facilitar a interação com os consumidores. Em um mercado competitivo como o de alimentação fora do lar, estar atento e praticar o relacionamento com os consumidores é fator decisivo para o sucesso.

2 – Comida em casa

A tecnologia facilitou a interação dos consumidores com os restaurantes e fez a entrega de comida em casa crescer. O principal aplicativo de entrega de comida avançou mais de 120% nos últimos anos no Brasil. Esta facilidade, aliada a experiências presenciais ruins em restaurantes, ampliou esse canal de venda.

Entretanto, entregar uma experiência memorável na casa do cliente ainda é um desafio para muitas empresas. Podemos melhorar a logística, a tecnologia dos equipamentos utilizados em vários pontos do processo (do pedido até a casa do cliente) e treinamento de pessoal para potencializar este canal, que está em franca ascensão.

3 – Flexetarianismo

O aumento de consumidores veganos, vegetarianos e os flexetarianos (pessoas que não dispensam totalmente o consumo de produtos de origem animal, mas que pretendem reduzir o seu consumo) é uma realidade. Pensar nos vegetais como “estrelas do prato”, usar a criatividade no desenvolvimento de novas receitas e incentivar o consumo de produtos sazonais e regionais podem atrair esta fatia de consumidores que está cada vez mais preocupada com a saúde e o sabor dos alimentos.

4 – Bebidas artesanais

Facilitar a escolha do cliente, sugerindo harmonizações com os produtos servidos, sempre é uma boa ideia. Além disso, as bebidas podem ser uma excelente fonte de lucro para os bares restaurantes. Coquetéis com insumos hiperlocais e regionais, refrigerantes artesanais, cervejas, vinhos e destilados produzidos artesanalmente, além de cafés “premium” e chás de alta qualidade são ótimas opções para estimular o consumo destes produtos que possuem alto potencial para gerar receita.

5 – Redução de desperdício

Este item, que pela primeira vez apareceu na pesquisa “What’s Hot” da NRA em 2018, tem tudo para ser colocado em prática pelos restaurantes brasileiros. Além de o consumidor estar cada vez mais sensível às práticas sustentáveis, o alto custo e variação de preço das matérias-primas faz com que a redução de desperdício seja uma prioridade para os operadores.

Controle de compras, gestão de estoque, processos padronizados e equipe engajada podem fazer com que os resultados financeiros melhorem e os consumidores fiquem satisfeitos com a redução do impacto da operação no meio ambiente.

Os consumidores estão adaptando seus hábitos e rotinas a um novo estilo de vida que valoriza a tecnologia e ao mesmo tempo se preocupa com a origem dos produtos. Este novo consumidor quer acessar produtos e serviços descomplicados e quer que sua escolha seja facilitada pela empresa, seja para consumir em casa, ou no restaurante.

E você? Como você vai utilizar estas dicas para transformar o seu negócio em 2019?

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

22 de Janeiro de 2019

“Conseguimos reduzir 3 mil reais nas despesas mensais”, diz sócia da Jacuhy

SAIBA MAIS

 

21 de Janeiro de 2019

Pequenas vinícolas têm oportunidade de exposição na Festa da Uva

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 15/01/2019 18:07

Sebrae-RS cria projeto focado em inovar empresas de varejo

Sebrae RS Podcast 14/01/2019 17:44

Conselho Deliberativo Estadual do SEBRAE-RS tem novo presidente

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: