Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei MEI credito consultoria boas praticas

Loading SEBRAE

Alimentos e Bebidas

Tendências

Será o fim da gourmetização?

17/01/19
Roger Scherer Klafke

Roger Scherer Klafke

Coordenador Estadual de Alimento e Bebidas do SEBRAE RS

COMPARTILHE
Apesar do cenário atual de redução no consumo, a busca por alguns itens especiais ainda ocupa espaço no orçamento

Após degustar um alimento delicioso, uma receita especial feita com processo artesanal usando insumos de qualidade, é quase impossível retroceder o paladar e não repetir a experiência. O “boom” do mercado dos produtos especiais ou “premium”, também apelidados de “gourmet”, aconteceu a partir de 2005, quando estávamos em um outro momento da economia. Apesar do cenário atual de redução no consumo, a busca por alguns itens especiais ainda ocupa espaço no orçamento.

Uma prova de que este mercado segue ocupando um importante espaço é o caso das cervejarias artesanais, que, segundo os dados do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), órgão responsável pela legalização e fiscalização desse negócio, eram um pouco mais de 200 empresas em 2005 e que ao final de 2017 já somavam quase 700. Somente entre 2016 e 2017, houve um aumento de quase 40% no número de novas cervejarias, e apenas no ano de 2017 foram registrados por essas empresas aproximadamente 9 mil novos produtos, uma média aproximada de 13 produtos por empresa, destacando a diversidade de empresas e de tipos de bebidas disponibilizadas para os consumidores.

Esse processo de ampliação da concorrência e diversificação da oferta de tipos e estilos de produtos em um mesmo segmento também pode ser observado em outros mercados como o de chocolates e o de cafés. Segundo pesquisa da Euromonitor para a ABIC (Associação Brasileira da Indústria de Café), o mercado de cafés “especiais” registrou crescimento anual superior a 20% nos dois últimos anos. Conforme a pesquisa, que analisou o consumo de cafés especiais em 2016 no Brasil, esse mercado evoluiu 25% em relação a 2015. Outro ponto interessante da pesquisa é que o segmento movimentou mais de R$ 1,7 bilhão no varejo (incluindo as operações de serviços de alimentação como cafeterias, lancherias, bares e restaurante), quase 29% mais que em 2015, evidenciando o impacto desse perfil de consumo em diferentes elos da cadeia produtiva.

Micro e pequenas empresas raramente conseguem competir por preço em mercados onde é possível ofertar produtos mais padronizados. Nesses casos, geralmente as grandes empresas conseguem ser mais produtivas, oferecendo os produtos em quantidade maior por um preço menor. Para as micro e pequenas empresas, utilizar a estratégia de diferenciação e especialização da oferta, focando em produtos artesanais e especiais, pode ser uma boa forma de buscar espaço no mercado. Entretanto, ofertar produtos de alto valor agregado para um consumidor que valoriza produtos especiais não significa que é possível praticar qualquer preço. Pelo contrário, faz-se necessária a gestão profissional do negócio. É preciso dominar a arte da precificação, ter processos ajustados para reduzir perdas e estar próximo do consumidor para compreender os seus hábitos. E, principalmente, não correr o risco de oferecer produtos e serviços fora da realidade do mercado.

Estas são algumas lições que a moda da “gourmetização” nos deixou.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Veja Mais

Alimentos e Bebidas

Inteligência artificial

Cozinha do futuro: comida caseira com auxílio virtual e robôs?

Alimentos e Bebidas

Mercado potencial

Oportunidades de negócios no turismo gastronômico

Notícias

21 de Fevereiro de 2019

Sebrae RS apresenta Mercopar 2019 durante reunião da CIC

SAIBA MAIS

 

21 de Fevereiro de 2019

InovAtiva está com inscrições abertas

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 19/02/2019 11:33

Quatro MPEs de Pelotas e Rio Grande são selecionadas para Prêmio de Inovação

Sebrae RS Podcast 18/02/2019 12:23

Sebrae RS fará oficinas de degustação de vinhos, espumantes e sucos na Festa Nacional da Uva

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: