Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI MEI Credito Consultoria Boas praticas

Loading SEBRAE

Energia

Fontes renováveis

O grande potencial para o biogás no Brasil

24/10/18
Fabiano Cislaghi Dallacorte

Fabiano Cislaghi Dallacorte

Coordenador estadual do Metalmecânico e Energia do SEBRAE RS.

COMPARTILHE
Se todo o potencial de produção de biogás do Brasil fosse aplicado na geração de energia elétrica, seria equivalente a 24% de toda a demanda nacional de energia

O uso do biogás possibilita mais do que a simples geração de um produto que é entregue ao mercado, que pode ser na forma de energia elétrica ou térmica, biometano – um combustível verde – ou biofertilizante. O biogás presta um serviço de saneamento ambiental. Tudo o que é orgânico pode virar biogás, que pode ser aplicado em diferentes abordagens, conforme já abordamos aqui em texto anterior.

Em uma análise de Rodrigo Regis de Almeida Galvão, diretor-presidente do Centro Internacional de Energias Renováveis-Biogás (CIBiogás) e integrante da Agência Internacional de Energia (AIE), se todo o potencial de produção de biogás do Brasil fosse aplicado na geração de energia elétrica, seria equivalente a 24% de toda a demanda nacional de energia. Outro comparativo possível é a transformação em biometano, que pode substituir o uso de GNV.

Segundo o gestor da entidade, há cinco anos o mercado nacional de biogás quase não existia, eram poucas as iniciativas, sendo a Itaipu Binacional a grande pioneira que liderou o desenvolvimento deste segmento. Somente agora as empresas, o agronegócio e alguns setores da economia começam a enxergar o biogás como solução para seus problemas. Então, quando comparado ao restante do mundo, na matriz energética brasileira a participação do biogás é de 0,05%, mas já equivale, em termos de geração, ao mesmo que a produção de energia solar, pois o biogás consegue gerar energia o dia todo, enquanto sistemas solares só podem funcionar no período de sol.

O grande potencial para o biogás no Brasil

Assim, existe um grande potencial de crescimento de mercado, pois, além de energia, o biogás pode gerar biofertilizante, outra necessidade para o Brasil, que entre 2000 e 2015 aumentou o consumo de fertilizantes em 87% e ampliou a produtividade da produção de grãos em 150%. Isto é, o Brasil demanda muito fertilizante, e atualmente mais de 75% é importado. A vantagem é que o biogás está ancorado em commodities no Brasil. Somente com as cadeias de avicultura, suinocultura e a produção de cana-de-açúcar, há potencial de geração de 14% de toda demanda de biofertilizante do País. Isso equivale a um mercado anual de US$ 1 bilhão, que estão sendo importados em vez de serem produzidos nacionalmente. Outra âncora considerada pelo CIBiogás é que, como o Brasil é um país em desenvolvimento, a demanda de energia dos próximos 30 anos só tende a crescer. Até 2026, a perspectiva é de aumento da demanda em praticamente 50%, o que demonstra um grande potencial de negócios e de investimento.

 

Veja a primeira parte deste artigo:

[Artigo]

Biogás pode ser fator de diferenciação e competitividade

No Rio Grande do Sul, o BiogasMap da CIBiogás identificou 10 unidades de produção com aproveitamento energético em operação que produzem 71.070 m³ de biogás por dia.

ACESSE

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

14 de Novembro de 2018

Gaúchos participam da Feira Medica 2018, na Alemanha

SAIBA MAIS

 

14 de Novembro de 2018

Santa Cruz do Sul recebe curso Líder Coach

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 14/11/2018 11:56

Insight 2018 marca a semana global do empreendedorismo no RS

Sebrae RS Podcast 13/11/2018 09:50

Lajeado recebe palestra para incentivar empresários locais

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: