Loading SEBRAE

Mais buscados: sei mei Credito Consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Facere Embalagens amplia capacidade produtiva em 150%

12/01/17
Fabiola Catarina

Fabiola Catarina

Gerência de Relacionamento com Clientes

COMPARTILHE

Através de ações do SEBRAE RS, a empresa também percebeu a necessidade de buscar financiamento para a compra de um caminhão

Preocupada com o meio ambiente, a Facere surgiu para atender as necessidades dos clientes que buscam embalagens seguras, sustentáveis e de qualidade. Depois de seis anos no mercado, a empresa do município de Cachoeirinha precisava se desenvolver: em 2012, o empreendimento encontrou no SEBRAE RS o avanço que precisava.

Desde o ano passado, a Facere participa do projeto da instituição Adensamento da Cadeia Produtiva de Petróleo, Gás e Energia da Região Metropolitana que promove diversos cursos e consultorias. Através dos “Indicadores de Desempenho”, foram avaliados a evolução e o amadurecimento da empresa a fim de enxergar o que deveria melhorar e os próximos passos rumo ao desenvolvimento.

De acordo com o presidente do SEBRAE RS, Vitor Augusto Koch, “o projeto Adensamento da Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia é desenvolvido pelo convênio SEBRAE e Petrobras e promove uma série de atividades que propiciam um ambiente favorável para inserir, de forma competitiva e sustentável, micro e pequenas empresas na cadeia de fornecimento do setor, adequando a base de fornecedores ao que os investidores necessitam”.

O pequeno negócio implantou em 2012 controles gerenciais nas áreas de finanças e marketing. Já neste ano, o empreendimento está participando do Programa SEBRAE de Gestão da Qualidade (PSGQ), atividade de autoimplementação de sistema de gestão voltado à qualidade. O PSGQ conta com uma carga horária de treinamento de 100 horas e 22 de consultoria.

“Melhorias no ambiente de trabalho, nos controles financeiros, no planejamento das ações gerenciais e o aumento da capacidade produtiva em 150% foram alguns dos resultados do projeto do SEBRAE RS até o momento”, afirma Martin Bantel que, junto com os sócios Graziela e Marcos Bantel, comandam a Facere Embalagens. “A partir dos planos de negócio e financeiro, que identificaram as necessidades para o crescimento da empresa, buscou-se a viabilização de empréstimo junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES)”, completa o proprietário.

O financiamento viabilizou a compra de vários equipamentos entre eles, um caminhão. Antes, a empresa utilizava uma camionete para transportar seus produtos. Segundo a gestora do projeto do SEBRAE RS Adensamento da Cadeia Produtiva de Petróleo, Gás e Energia da Região Metropolitana, Ana Carolina Borges, depois da reorganização de custos e de um estudo de viabilidade, os empreendedores constataram que ao invés de fazer três ou mais viagens de entrega de produtos para um mesmo cliente, um caminhão seria o ideal para transportar um volume maior de objetos com um custo praticamente equivalente.

Nos últimos meses, a Facere vem se destacando no mercado pela tecnologia, confiabilidade de seus produtos e serviços. O negócio também vem reciclando e investindo constantemente na busca de novas técnicas que reduzam as agressões ambientais. “Sem as consultorias de negócio, o planejamento e os indicadores, a empresa provavelmente teria muitas dificuldades em alavancar seu crescimento”, ressalta Bantel.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

16 de Agosto de 2018

Arena da Inovação: primeira vez no Salão do Empreendedor

SAIBA MAIS

 

16 de Agosto de 2018

Sebrae RS promove palestra online sobre investidor anjo

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 16/08/2018 17:52

Arena de Inovação leva startups do agronegócio para a Expointer

Sebrae RS Podcast 16/08/2018 14:45

Série Gestão – Finanças

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: