Loading SEBRAE

Mais buscados: sei mEI CREDITO CONSULTORIA boas práticas

Loading SEBRAE

Empreendedorismo

Registro

Os benefícios da formalização para o MEI

atualizado em: 14/10/19
Miriam de Lourdes Menezes da Silva

Miriam de Lourdes Menezes da Silva

Gerência de Soluções

COMPARTILHE
Na administração do dia a dia da empresa, também há muitos benefícios, como tributação simplificada e reduzida, com contribuições fixas

Quem tem o espírito do empreendedorismo é impulsionado por aquela vontade de criar e tocar um negócio. Muitas vezes, por necessidade, o início de um MEI (microempreendimento individual) é informal, sem que ele esteja registrado oficialmente dentro dos trâmites e canais competentes. Mas sempre chega aquele momento em que é necessário formalizar a empresa para que os negócios possam crescer e para evitar problemas legais. Aí é que entram os benefícios da formalização.

A abertura de um MEI já traz vantagens, tais como isenção total de taxas, processo feito inteiramente pela internet e rapidez para conseguir o CNPJ, que fica pronto em minutos. Com o CNPJ em mãos, o empreendimento passa a existir oficialmente, permitindo fazer transações comerciais de compra e venda de produtos com emissão de notas fiscais e até participar de licitações.

Na administração do dia a dia da empresa, também há muitos benefícios, como tributação simplificada e reduzida. As contribuições são fixas, sendo 5% do salário mínimo para a Previdência Social; R$ 1,00 para ICMS (para comércio, indústria e transporte intermunicipal ou interestadual); ou R$ 5,00 de ISS para prestadores de serviços.

Benefícios da formalização em várias áreas

A formalização como MEI também traz acesso à Previdência Social, pois o microempreendedor individual e seus familiares podem gozar dos benefícios como licença-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, pensão por morte e auxílio-reclusão, por exemplo. Mas isso desde que pague o DAS em dia e cumpra o prazo de carência para cada benefício.

Ser um MEI formalizado também permite isenção da escrituração fiscal e contábil, ou seja, não é necessário ter um contador, e abre possibilidades de acesso a crédito com taxas diferenciadas.

Outro ponto positivo é que é permitido ao MEI ter um empregado registrado, que deverá receber o piso da categoria, ou, na falta deste, um salário mínimo. Os benefícios a serem pagos ao empregado também são reduzidos, representando 3% do salário para INSS e 8% do FGTS.

Ou seja, sair da informalidade abre novas oportunidades para o seu negócio e benefícios que podem dar mais segurança para você tocar sua atividade. E você pode saber mais sobre isso no vídeo online “O que o MEI Quer Saber – Benefícios da Formalização”.

Sobre o vídeo

Objetivo

Responder dúvidas que o microempreendedor individual possui a respeito dos benefícios existentes após a formalização como MEI.

Público-Alvo

  • Microempreendedor Individual (MEI)
  • Candidato a empresário

Conteúdo

  • Redução de carga tributária
  • Facilidades em obter CNPJ
  • Emissão de nota fiscal

Saiba mais

Acesse gratuitamente aqui: “O que o MEI Quer Saber – Benefícios da Formalização”

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Veja Mais

Marketing e Vendas

Inteligência Comercial

Potencialize suas vendas!

Notícias

14 de Novembro de 2019

Vinte e sete empresas participam da Estação Moda RS na Feira Zero Grau, em Gramado

SAIBA MAIS

 

14 de Novembro de 2019

Startup Day reunirá cases bilionários em Porto Alegre

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 14/11/2019 15:53

Semana Global do Empreendedorismo ocorre de 18 a 24 de novembro

Sebrae RS Podcast 08/11/2019 16:01

Estão abertas as inscrições para participar da Feira de Hannover em 2020

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: