Loading SEBRAE

Mais buscados: sei mei CREDITO CONSULTORIA boas praticas

Loading SEBRAE

Estratégia

Pontos de atenção

Os cinco obstáculos do planejamento estratégico

11/07/18
Rogério Gava

Rogério Gava

Consultor SEBRAE

COMPARTILHE
Muitas vezes se esquece, mas o elemento humano é o ponto crítico de todo o processo de planejamento estratégico

Que o Planejamento Estratégico é importante, não há dúvida. O problema é que muitas vezes essa ferramenta deixa a desejar em termos de aplicação prática. Em outras palavras: o plano fica só no papel, e os objetivos traçados são esquecidos. Geralmente, esse hiato entre a formulação estratégica e a execução tem origem em cinco questões. São os “Cinco Obstáculos do Planejamento Estratégico”, que podem colocar a perder todo o trabalho da empresa.

O “chavão” é conhecido: “traçar estratégias é fácil, o difícil é tirá-las do papel”. Isso é verdadeiro: formular estratégias é a parte mais simples; complicado mesmo é fazer a estratégia acontecer. A execução é o calcanhar de Aquiles do Planejamento Estratégico, não há dúvida. Assim, para evitar que o planejamento fique “engavetado”, é importante que a empresa reconheça previamente os obstáculos que terá pelo caminho. Esses entraves geralmente são consequência de cinco equívocos básicos, para os quais não é dada a devida atenção na hora da formulação.

Os cinco obstáculos do planejamento estratégico

Vamos ver que obstáculos são esses e o que a empresa deve fazer para preveni-los:

Desvincular o Planejamento Estratégico do orçamento

Muitas vezes os objetivos e as estratégias traçadas estão desvinculados da realidade financeira da empresa. Sem recursos não há estratégia, por melhores que sejam as intenções. Assim, a empresa deve, antes de aprovar o plano proposto, verificar se terá caixa para colocar as estratégias em prática. Objetivos e estratégias muito além do alcance da empresa, de seus recursos materiais, financeiros e humanos, serão apenas quimeras. Metas têm um requisito básico: elas têm que ser, antes de tudo, viáveis. A viabilidade é um dos ingredientes básicos de todo Planejamento Estratégico bem construído.

Esquecer das pessoas e de seu papel no Plano

O segundo obstáculo se relaciona às pessoas. Muitas vezes se esquece, mas o elemento humano é o ponto crítico de todo processo de planejamento estratégico. Quem vai executar as estratégias? Que competências serão necessárias para tanto? Temos talentos humanos para isso? Não é raro todo um plano sucumbir pela lacuna em capacidades e engajamento das pessoas. Lembre-se: sem pessoas, não há estratégia que vá para o mundo real.

Desatrelar a recompensa dos resultados

Uma das grandes ameaças à execução de um plano estratégico é não atrelar a recompensa à sua consecução. As pessoas devem ser reconhecidas pelos resultados alcançados. E não só no sentido financeiro. Pesquisas mostram que nas empresas onde essa política funciona, os níveis de implementação dos objetivos e estratégias são superiores à média.

Não explicar e detalhar o Plano

Muitas empresas erram ao supor que todos entenderão o plano de forma automática. A experiência ensina que nem sempre isso é o que acontece. Investir tempo em uma apresentação do plano a toda a empresa é algo simples de ser feito e que irá turbinar o engajamento das pessoas. Lembre-se: ninguém se engaja em algo que não entendeu. É preciso saber vender internamente o plano traçado.

Não ter tempo para a estratégia

Na maioria das empresas os gestores e profissionais não têm tempo para a estratégia, essa é a verdade. Isso acontece porque a maioria dos gestores – que deveriam ser estratégicos – atua, em grande parte do tempo, no operacional. O incêndio do dia – e sua fumaça – acaba encobrindo os objetivos da empresa. A operação é importante, não há dúvida, mas ela não pode ser o único foco de atuação.

O processo de formulação e execução estratégica não é fácil. Ele exige disciplina e disposição da empresa em fazê-lo. Há que se cuidar para que as estratégias não fiquem pelo caminho, esquecidas nas gavetas. Ou que virem meros slogans. Os obstáculos listados acabam minando a eficácia do Planejamento Estratégico, diminuindo ou até anulando por completo sua aplicação prática e ferramental. Para que isso não ocorra, é indispensável que se conheçam essas “armadilhas estratégicas”, buscando evitá-las e superá-las. Isso não é fácil, mas as recompensas são relevantes. Boas estratégias, sem nenhuma dúvida, ainda continuam sendo o melhor caminho para o sucesso de um negócio.

 

Veja Também

Curso Online – Planejamento para fazer acontecer

E-book – Como administrar um pequeno negócio?

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

10 de Outubro de 2018

Empretec voltado para startups abre vagas em Santa Maria

SAIBA MAIS

 

09 de Outubro de 2018

Conhecimento sobre Marketing e Vendas

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 11/10/2018 14:12

Erechim recebe a terceira edição do Desafio de Moda

Sebrae RS Podcast 11/10/2018 14:11

Sebrae promove palestra sobre vendas em Erechim

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: