Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei Mei Credito consultoria BOAS PRATICAS

Loading SEBRAE

Histórias que Inspiram

Pix Force vive fase de expansão e mira o mercado internacional

atualizado em: 28/11/19
SEBRAE RS

SEBRAE RS

Redação

COMPARTILHE
A startup vencedora do Sebrae Like a Boss realizado durante a 28ª Mercopar tem uma trajetória de perseverança e muito trabalho

No início, em 2016, a falta de dinheiro era uma constante e a Pix Force lutava para conquistar seu espaço. Criada com a proposta de oferecer uma gestão territorial inteligente, a startup surgiu em Porto Alegre da inciativa de Daniel Moura, da área de engenharia ambiental, e de Renato Gomes, com ampla experiência em mineração. Juntos, perceberam que era possível oferecer um serviço diferenciado aos clientes para administração de ativos territoriais, usando drones, satélites e outros sensores.

A percepção estava certa e apesar das dificuldades iniciais, principalmente de aporte financeiro, a Pix Force fez ajustes e seguiu em frente com a sua proposta de desenvolver soluções utilizando tecnologias de visão computacional, inteligência artificial e machine learning. A coordenadora de startups do Sebrae RS, Debora Chagas, lembra que, em 2018, a empresa participou do programa Startup RS Scale. Com duração de nove meses, o StartupRS Scale proporciona apoio com destaque para estratégias de crescimento. O programa também aborda métricas e indicadores, definição de modelo comercial e suporte na implementação dos planos de ação. “Ter ficado em primeiro lugar no Sebrae Like a Boss demonstra a maturidade alcançada pela startup”, afirma Debora.

Pix Force vive fase de expansão e mira o mercado internacional

Guilherme Benites recebendo o Troféu durante a Mercopar.

Responsável pela área de negócios da Pix Force, Guilherme Benites conta que os tempos difíceis cederam lugar a uma fase de aceleração e, atualmente, a empresa tem uma sede com 700 m2, um grupo de 35 colaboradores e uma carteira com 36 clientes, incluindo nomes como a Shell, Votorantim Energia e a CPFL (energia). “É uma rotina bastante agitada”, descreve Benites. A Pix Force vive uma fase de expansão e já participou de eventos em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e em Boston, nos Estados Unidos. A startup foi uma das 17 selecionadas pelo StartOut Brasil, programa de apoio à inserção de startups brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo, e fez uma imersão no ecossistema de Boston, em setembro. Com um olhar sem fronteiras, a empresa, que começou com apenas uma pessoa na área comercial, agora já tem seis colaboradores nessa função.

Além de perseverança, insistência e muito trabalho, Benites considera que a formação e a formatação da equipe são fundamentais para ancorar o crescimento. “Isto e a organização interna tornam o negócio mais capacitado para escalar”, complementa. A Pix Force desenvolve as soluções a partir da necessidade do cliente e tem um setor que atua como uma espécie de radar de problemas a serem resolvidos. “Assim estamos sempre em busca da inovação”, destaca. Atualmente, já são três produtos desenvolvidos, além dos serviços de engenharia e trabalho de campo. São soluções voltadas à contagem de grandes volumes de produtos e à inspeção de qualidade na área de energia com emissão e alertas antecipados às concessionárias sobre problemas na rua como galhos que encostam em fios da rede elétrica.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

12 de Dezembro de 2019

Startups apresentam seus produtos e serviços para investidores

SAIBA MAIS

 

11 de Dezembro de 2019

Sebrae RS abre credenciamento para empresas de educação empreendedora

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 04/12/2019 12:23

Empreendedores de Porto Alegre agora podem registrar empresas sem sair de casa

Sebrae RS Podcast 04/12/2019 12:11

Dia de Campo, em Jóia, é o maior evento de integração lavoura-pecuária do sul do país

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: