Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI mei credito consultoria boas praticas

Loading SEBRAE

Saúde

Tecnologia

Principais tendências para o setor

29/11/18
Ana Paula Rezende

Ana Paula Rezende

Coordenadora Estadual da Saúde do SEBRAE RS

COMPARTILHE
Os caminhos para o futuro se modificam e se modernizam a cada ano, e a medicina deve acompanhar as exigências do mundo voltado para a tecnologia

Sabemos que o uso da tecnologia está cada vez mais presente em todas as áreas, e no mercado da saúde isso não poderia ser diferente, porém, não é só ela a grande tendência de 2019. Os assuntos relacionados à experiência do paciente no tratamento médico serão desafios e tendências para o futuro do setor.

Os caminhos para o futuro se modificam e se modernizam a cada ano, e a
medicina deve acompanhar as exigências do mundo voltado para a tecnologia.

Portanto, é bom ficar antenado em oito tendências tecnológicas para a indústria da saúde, que descrevemos a seguir:

  1. Inteligência Artificial (AI): algoritmos de software capazes de executar tarefas que normalmente requerem inteligência humana.
  2. Realidade aumentada (AR): inclusões virtuais ao mundo físico para alterar a experiência do usuário.
  3. Blockchain: registros eletrônicos distribuídos que podem gravar e confirmar transações com segurança. Gerenciamento de identidade do consumidor, prevenção de fraudes e proteção de dados de saúde pessoal.
  4. Internet das coisas (Internet of Things – IoT): uma rede de objetos conectados que coletam e trocam dados. Controle de estoque, coordenação de atendimentos, monitoramento remoto de pacientes, cadeia de suprimento digital, operações digitalizadas.
  5. Robôs:
    máquinas ou agentes virtuais que automatizam, aumentam ou auxiliam atividades humanas. Cadeia de suprimento digital, monitoramento e atendimento
  6. remoto de pacientes, serviços digitais de saúde comportamental.
  7. Realidade virtual (VR): simulação interativa de uma imagem 3D ou de um ambiente inteiro. Distrair o paciente, alívio do estresse, ferramentas de educação em escolas médicas, treinamento de consumidores e clínicos, planejamento de cenários.
  8. Impressão 3D: técnicas de fabricação de aditivos utilizadas para criar objetos tridimensionais baseados em modelos digitais através de camadas ou “impressão” de materiais em camadas sucessivas. Implantes, próteses e transplantes personalizados, cadeia de suprimentos distribuída, inventário sob demanda.

E ainda nesse universo de tecnologia e inovação não poderíamos deixar de mencionar duas tendências com contribuições relevantes para o cenário de saúde, que são as biotecnologias e as nanotecnologias.

Tendências para o paciente

Além das tecnológicas, destacam-se as tendências relacionadas à experiência do paciente, que irão facilitar a entrada de inovações no mercado:

Acesso “On Demand“: antigamente existiam duas alternativas aos pacientes que necessitavam de atendimento médico: o SUS ou o Plano de Saúde. Agora começaram a surgir o que chamamos de clínicas populares (serviços que trazem ao paciente sem plano de saúde uma alternativa de realizar consultas e pequenos procedimentos a um custo muito mais acessível). Os serviços por demanda que tenham como foco servir os pacientes serão cada vez mais incorporados.

Medicina preventiva: a medicina preventiva ganha espaço no trabalho e nos investimentos das operadoras de saúde e das empresas, o que traz grande benefício às pessoas e às organizações. O que vem mudando no mercado é o pensamento de cuidar das pessoas antes de elas precisarem de cuidados extremos.

Desospitalização: uma tendência mundial com foco na recuperação e na qualidade de vida do paciente, a desospitalização prega a alta hospitalar segura e promove o tratamento contínuo em casa, diminuindo o tempo de internação de forma segura.

Cenário 2020

Vale também ressaltar as tendências para o setor de saúde para 2020 no universo de inovação e tecnologia:

Era da medicina digitalizada: novos modelos de negócios impulsionam.

Pacientes informados e exigentes: parceiros na sua própria saúde.

Medir e monitorar a qualidade de vida, não apenas indicadores clínicos: médicos e pacientes parceiros no processo.

Big Data em saúde: exigindo novas ferramentas e modelos.

Regulamentos: refletem a convergência da tecnologia e da ciência.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

10 de Dezembro de 2018

Aumento de produtividade e melhora da qualidade de vida

SAIBA MAIS

 

07 de Dezembro de 2018

Hospital de Clínicas abre as portas para MPEs e MEIs

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 07/12/2018 18:11

Palestra on-line mostra como atrair o consumidor moderno

Sebrae RS Podcast 07/12/2018 18:12

Palestra foca no mercado fornecedor para complexo hospitalar

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: