Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei MEI credito consultoria Boas praticas

Loading SEBRAE

Startup

Levantamento do mercado de equity crowdfunding no Brasil: maio/2017

19/12/17
Bruno Oliva Peroni

Bruno Oliva Peroni

Semente | Educação Empreendedora

COMPARTILHE
As captações totalizaram, até maio de 2017, R$12,8 milhões. A média das transações ficou em R$292 mil e a mediana em R$260 mil

Como comentei nesse artigo, o mercado de equity crowdfunding no Brasil é bastante novo. Por isso, faltam dados sobre o vêm acontecendo nesse mercado.

Por isso, resolvi fazer um levantamento (não chego a chamar de pesquisa) sobre todos os deals já efetivados no Brasil.

Meu objetivo é que mais empreendedores e investidores vejam essa modalidade de investimento como uma opção atraente.

Novo, mas promissor

Embora as primeiras captações desse tipo no Brasil tenham acontecido em 2014, o modelo passou a operar de fato em 2015. Ou seja, são pouco mais de 2 anos em operação.

Desde o início, já aconteceram 44 captações no formato de equity crowdfunding no Brasil. Não estou considerando aqui as captações privadas que estão disponíveis apenas para investidores convidados.

As captações totalizaram, até maio de 2017, R$12,8 milhões. A média das transações ficou em R$292 mil e a mediana em R$260 mil.

As 42 empresas participantes captaram entre R$75 mil e R$1,2 milhão. Esses números mostram que claramente o equity crowdfunding tem sido uma alternativa interessante para empreendedores buscando capital semente (entre R$200 mil e R$1,5 milhão), faixa onde pouquíssimos investidores e fundos atuam.

Mas é interessante notar que 10 empresas captaram até R$150 mil, o que faz o equity crowdfunding também competir com as aceleradoras.

Abaixo, apresento uma distribuição do valor investido e número de deals por ano.

Fica claro que a crise atrapalhou bastante o mercado de equity crowdfunding, possivelmente porque muitos investidores decidiram alocar menos dinheiro para investimentos de risco.

Atualmente, existem 4 oportunidades abertas para captação, então é provável que os valores de 2017 fiquem próximos aos de 2016.

Plataformas disponíveis

Atualmente, existem três plataformas operantes no Brasil: Broota, Eqseed e Startupmeup.

A Broota claramente está na frente pois foi o pioneiro no modelo, mas a Eqseed tem ganhado espaço. Atualmente, existe 3 oportunidades de investimento disponíveis na plataforma. Veja aqui.

Novos setores com acesso a capital de risco

As 42 empresas que captaram recursos online são de 13 setores diferentes. Como a classificação setorial é algo sempre nebuloso, resolvi fazer a minha própria classificação.

 
Interessante ver nessa lista setores tidos como “menos investíveis” pelo capital de risco tradicional, como coworkings, varejo e biotecnologia.

Próximos passos

Realizei esse levantamento apenas com dados disponíveis publicamente em maio de 2017. Com certeza o levantamento ficaria mais rico com dados adicionais como valuation médio das rodadas, estágio das empresas e número de investidores por rodada.

Mas, infelizmente, essas informações não ficam disponíveis após a conclusão das rodadas. Se alguém representando as plataformas quiser colaborar com o estudo, fornecendo mais dados, seria ótimo!

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

12 de Julho de 2018

Senado aprova readmissão de empresas excluídas em janeiro no Supersimples

SAIBA MAIS

 

12 de Julho de 2018

Programa Lider – processo de desenvolvimento regional

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 13/07/2018 14:05

Série Plano de Negócios #01

Sebrae RS Podcast 09/07/2018 15:08

Sebrae promove bate-papo online com novas regras para o Pronaf

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: