Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI MEI Credito Consultoria Boas praticas

Loading SEBRAE

Moda

Nova revolução

A indústria 4.0 e a produção de moda

07/11/18
Fabiano Bassani Zortéa

Fabiano Bassani Zortéa

Coordenador estadual da Moda do SEBRAE RS.

COMPARTILHE
O chão de fábrica precisa de flexibilidade e adaptação, e a autonomia das máquinas para tomar decisões sobre seus processos passa a ser determinante

Também conhecida como manufatura avançada, a indústria 4.0 consiste na incorporação de novas tecnologias, relacionadas à automação e criação de novos produtos ou produção, mas sempre com foco na melhoria do processo produtivo. O termo está sendo muito usado. Muito mais falado do que aplicado. Ou até do que entendido. Podemos dizer que a indústria 4.0 é a transformação completa de toda a esfera da produção industrial por meio da fusão da tecnologia digital e da internet com a indústria convencional.

As mudanças tecnológicas em ritmo acelerado estão trazendo mais facilidade e acesso à informação. Ao mesmo tempo, as demandas dos consumidores também estão mudando muito. As pessoas sabem que podem exigir mais das marcas. Desejo por produtos personalizados e pronta-entrega, motivado especialmente pelas mídias digitais, é um bom exemplo do impacto da mudança na cadeia produtiva da moda. Ao mesmo tempo, o aumento da consciência ambiental e a necessidade de cortar custos incentivam as empresas a serem mais sustentáveis e eficientes. O chão de fábrica precisa de mais flexibilidade e capacidade de adaptação, e a autonomia das máquinas para tomar decisões sobre seus processos passa a ser um fator determinante para melhorar o desempenho, diminuindo a necessidade de interferência humana.

Parcerias para a indústria 4.0

Atualmente, um dos entraves do desenvolvimento dos pequenos negócios de moda é a carência de profissionais capacitados, como costureiras. A automação de algumas etapas de produção é um caminho para resolver este problema. Outra alternativa é a substituição da estrutura tradicional por mini-instalações fabris automatizadas, contemplando o processamento de pedidos, design, modelagem, tingimento, impressão, etiquetagem, corte óptico, manipulação robótica, costura, acabamento, empacotamento e expedição. Integrar as tecnologias físicas e digitais é complexo, claro. E estabelecer boas parcerias é fundamental para avançar, por etapas, recomenda-se.

Do ponto de vista de competitividade dos pequenos negócios, o que preocupa quando observamos estes movimentos de mercado é que, mesmo com as demandas dos consumidores cada vez mais complexas e desafiadoras, muitas empresas ainda não têm conhecimento dos ganhos que a digitalização pode trazer para o negócio, tanto em termos de produtividade quanto em oportunidade de novos negócios, como, por exemplo, a partir da redução do tempo de lançamento de produtos no mercado.

Em um cenário com tantas variáveis, uma coisa é certa. Precisa haver maior convergência entre demanda e oferta de moda. O consumidor quer mais diversidade e conveniência quando compra suas roupas, e a indústria 4.0 traz conceitos e ferramentas para ajudar as empresas nesse desafio de mercado e mudança de cultura.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

14 de Novembro de 2018

Gaúchos participam da Feira Medica 2018, na Alemanha

SAIBA MAIS

 

14 de Novembro de 2018

Santa Cruz do Sul recebe curso Líder Coach

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 14/11/2018 11:56

Insight 2018 marca a semana global do empreendedorismo no RS

Sebrae RS Podcast 13/11/2018 09:50

Lajeado recebe palestra para incentivar empresários locais

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: