Loading SEBRAE

Mais buscados: sei mei Credito CONSULTORIA Boas Praticas

Loading SEBRAE

Ovinocultura

Opções de mercado

Tipo carne ou tipo lã?

03/05/18
Roberto Grecellé

Roberto Grecellé

Coordenador estadual de pecuária de corte do SEBRAE RS.

COMPARTILHE
Cabe ao ovinocultor e a todos aqueles envolvidos na produção comercial encarar 2018 como um ano promissor, no qual todas as sinalizações apontam para um rumo positivo

Nos mesmos passos de qualquer atividade econômica que tem o desafio de se perenizar, sintonizada modernamente com as tendências impostas pelos consumidores da cadeia de valor, a ovinocultura tem se reinventado, sofrendo interferências externas, assumindo novas formas e roupagens necessárias para ter sucesso. Com isso, precisamos refletir sobre o uso de raças, linhagens genéticas e biótipos que se adaptem modernamente ao que se persegue: a satisfação do consumidor moderno.

Ao fecharmos na ovinocultura gaúcha é obrigatório resgatarmos rapidamente que já tivemos um rebanho três vezes maior do que temos hoje (até o início dos anos 1980, 12 milhões de cabeças, hoje, 4,2 milhões) e que a atividade está intimamente ligada a atributos socioculturais deste povo, que na visão de muitos caracteriza o atual período como “de baixa” ao dizer que a ovinocultura “já foi forte por este chão”. Questão de ponto de vista. Na verdade, sobre esses mesmos dados, é possível dizer que o que houve foi um rearranjo de um setor que inevitavelmente precisou sobreviver à onda dos tecidos sintéticos, à desestruturação da cadeia da carne ovina (neste caminho, por exemplo, bons projetos de promoção e comercialização de carne de qualidade ficaram pelo caminho) e ao crescimento/surgimento de outros setores do agro, afinal de contas, neste ínterim de 40 anos houve grande disputa com o surgimento de grandes maciços florestais, expansão dos cultivos de grãos de verão e, em consequência desses dois, da reacomodação de todo o rebanho bovino. Sob esta ótica, temos o setor possível, encaixado num cenário em movimento, que tem retomado significativo destaque. Vejamos!

Se discutirmos “lã”, frente aos fios de nylon e assemelhados, a ovinocultura foi posicionada como uma atividade secundária para a indústria têxtil, o que impactou a trajetória dos animais geneticamente vocacionadas para a produção laneira. E não se trata de uma reinvenção; é apenas compreender qual o novo lugar a ser ocupado por um setor, que tem nele um produto com grande potencial de valorização, dado o moderno reconhecimento das virtudes dos produtos “base lã”.

Vejamos, por exemplo, os preços praticados no mercado gaúcho da lã. Nesta última safra 2017/2018, a lã foi tabelada (valores médios RS) em R$ 9, R$ 16 e R$ 20, respectivamente, para Corriedale, Ideal e Merino. Esses são valores absolutamente positivos, que animam até mesmo os produtores mais pessimistas.

E se o assunto for carne, pode até parecer “chover no molhado”, mas dadas as preferências e demanda aquecida por parte do mercado consumidor, do surgimento e evolução dos animais “tipo carne”, aliados à grande explosão gastronômica à base de carne de cordeiro (sobretudo daquelas ao redor do fogo), houve um posicionamento da carne ovina no centro das atenções dos consumidores.

Portanto, cabe ao ovinocultor e a todos aqueles envolvidos na produção comercial encarar 2018 como um ano promissor, no qual todas as sinalizações apontam para um rumo positivo. A resposta para a pergunta do título deste artigo, se o produtor deve trabalhar com animais “tipo carne” ou “tipo lã”, deverá ser pautada pelo objetivo específico de cada unidade de negócio e pelo sistema produtivo desenhado, pois certamente temos raças ou alternativas de cruzamentos inter-raciais que atenderão aos objetivos desta ovinocultura profissional.

 

Quer saber mais sobre o setor? Acesse 

 

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

16 de Agosto de 2018

Arena da Inovação: primeira vez no Salão do Empreendedor

SAIBA MAIS

 

16 de Agosto de 2018

Sebrae RS promove palestra online sobre investidor anjo

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 16/08/2018 17:52

Arena de Inovação leva startups do agronegócio para a Expointer

Sebrae RS Podcast 16/08/2018 14:45

Série Gestão – Finanças

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: