Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI MEi credito consultoria boas praticas

Loading SEBRAE

Franquias / Redes de Cooperação

Comércio online

Um passo a passo para trabalhar com os principais marketplaces do mercado

26/11/18
Eduardo Bento

Eduardo Bento

Especialista e consultor em e-commerce, palestrante e empreendedor

COMPARTILHE
Conheça seu produto, tenha um excelente relacionamento com seus fornecedores e tenha na palma da sua mão a operação de sua empresa

Nos textos anteriores abordamos como as bases do marketplace estão cada dia mais fortes para que o crescimento continue firme e constante ao redor do mundo (leia aqui) e como essas operações virtuais revolucionaram o comércio para atender um novo consumidor (leia aqui).

Depois dessa análise, é hora de partir para a prática. Nos parágrafos a seguir vamos mostrar um passo a passo para você trabalhar com os principais marketplaces do mercado!

1º PASSO: conhecer seu produto, ter um excelente relacionamento com seus fornecedores e ter na palma da sua mão a operação de sua empresa

 Você tem que saber que para atingir escala precisa ter parceiros que sustentem o crescimento de sua operação, seus processos devem estar alinhados, funcionários treinados, logística muito bem estudada e o principal: sua gestão financeira deve estar impecável, não pode ter incertezas com relação à sua margem, não pode ter insegurança com relação ao seu preço de venda e quanto irá retornar de margem em cada novo pedido. Precisa saber que existem percalços e que devoluções podem e vão acontecer, cancelamentos vão surgir e reclamações fazem parte do cotidiano. Você precisa treinar sua equipe para melhorar a cada dia e eliminar os gargalos que vão surgir.

2º PASSO: você conhece como funciona a parte fiscal da sua empresa?

Você domina os percentuais que gera de impostos a cada compra e a cada venda de sua loja? Sabe que a comissão do marketplace na maioria das vezes incide sobre o valor total do pedido? E que, dessa forma, é preciso somar o valor do produto com o valor do frete e deste valor retirar o percentual de comissão? Sabe que na nota fiscal existe o valor do produto e o valor do frete e que os impostos são calculados sobre o valor total da NF, portanto, na sua precificação você tem que prever a incidência de imposto tanto sobre o produto como sobre o frete? Sabe que precisa de um percentual de gordura para suportar devoluções? Conhece a média de devoluções do seu segmento? Busque esta informação de frete reverso, assim como saiba o percentual de cancelamentos do seu segmento e percentual de frete perante o faturamento total para ver se você está com boas negociações ou se está fora de mercado.

3º PASSO: a integração com o marketplace é fundamental para que você não precise trabalhar de forma manual

Hoje em dia contamos com algumas possibilidades para realizar esta integração, seu e-commerce pode operar por meio de um HUB integrado na sua plataforma de comércio virtual ou em seu ERP (sistema de controle de operações diárias de sua empresa, emissão de nota fiscal, estoque, monitoramento de compras, etc.). Com este HUB sua loja vai ganhar tempo, e no e-commerce tempo é dinheiro. Uma dica simples para saber qual HUB é o ideal: basta falar com a sua plataforma e ERP e ver quais HUBs possuem integração direta com eles, pronta para operar. Logo depois veja com quais marketplaces este HUB possui integração, analise e veja se dentre estes você possui potencial de vendas com seus produtos. Sente-se com seu fornecedor e faça uma negociação simulada para ver se conseguiria ter potencial competitivo dentro das ofertas do marketplace, sempre cuidando para obter uma margem saudável para sua operação.

4º PASSO: analise o prazo médio de entrega nas principais ofertas do marketplace e analise com seu fornecedor logístico se é capaz de entregar dentro destes prazos

Além do prazo, é necessário ver o valor do frete para as principais regiões de venda do País, pois normalmente o marketplace se baseia nas principais capitais, como São Paulo e Rio de Janeiro. Assim você pode determinar se o produto está com o frete competitivo e ponderar preço do produto, prazo de entrega, preço do frete e qualidade de atendimento, ganhando a oferta principal, que é chamada de “buybox”. É importante frisar que os marketplaces são exigentes com relação à logística, e não é para menos, pois precisamos entregar nos prazos ofertados e sermos sellers comprometidos com a excelência. Você vai responder com critérios exigentes e minuciosos com relação ao prazo de resposta, resolução dos problemas, prazo de resolução e prazo de entrega. É muito importante ter uma pessoa dedicada em seu SAC para atender aos marketplaces; esse profissional precisa fazer os treinamentos exigidos pela plataforma de forma a dominar este assunto – e você também, pois na hora de cobrar resultados precisa saber os desafios que esse profissional estará encontrando.

5º PASSO: o cadastro correto do produto

É essencial que seu produto esteja cadastrado como manda o figurino: foto com qualidade, descrição feita com carinho, características ressaltadas, com ênfase em prazo de garantia, medidas, montagem necessária ou não, voltagem (caso possua), pontos fortes para o consumidor adquirir o item. Para os principais marketplaces, seguem alguns dados de cadastro:

  • Título: pode ter até 60 caracteres
  • Descrição: pode ter até 4.000 caracteres
  • Imagens: devem ter pelo menos 400 x 400 pixels (B2W, Mercado Livre e Wal-Mart) e 600 x 600 pixels (Via Varejo)
  • Lembrado sempre que o código EAN é obrigatório! Sem ele as suas ofertas não vão dar match com as principais ofertas do seu segmento, inclusive em alguns marketplaces, quando o produto não possui o código EAN, ele não é ofertado.

6º PASSO: dimensionar equipe e departamentalizar a operação

Para manter a qualidade com o aumento do volume de vendas, precisamos dimensionar a equipe perante as responsabilidades e critérios de qualidade; departamentalizar a operação definindo responsáveis para cada tarefa; criar rotinas de controle diário sobre a resolução de problemas causados pelo aumento de demanda; realizar reuniões periódicas todas as manhãs objetivadas por tópicos e assuntos mais importantes; analisar os gargalos operacionais; e procurar resolver os problemas em sua origem e não com medidas paliativas. Investir em automação é fundamental, contratando sistemas que sirvam de apoio para atender às grandes demandas dos marketplaces, e hoje temos diversas opções, como monitoramento de preços da concorrência, monitoramento de fretes, ferramentas de precificação inteligentes, HUB com integrações nos principais marketplaces do País, diversas páginas que auxiliam no cadastro de produtos para analisar a palavra-chave ideal, produtos com maior potencial de vendas, monitoramento de entrega, gerenciamento de estoques, sistema de relacionamento com as transportadoras, entre muitas outras.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

10 de Dezembro de 2018

Aumento de produtividade e melhora da qualidade de vida

SAIBA MAIS

 

07 de Dezembro de 2018

Hospital de Clínicas abre as portas para MPEs e MEIs

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 07/12/2018 18:11

Palestra on-line mostra como atrair o consumidor moderno

Sebrae RS Podcast 07/12/2018 18:12

Palestra foca no mercado fornecedor para complexo hospitalar

Atendimento - Chat

Olá, tudo bem? Preencha os campos para iniciarmos o chat. ;)

Por favor, preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato assim que possível.

Início em: